A morte de Gugu Liberato e a briga na justiça entre Rose Miriam, sua companheira de quase 20 anos, e a família do artista voltou à tona nos últimos dias, depois que foi publicada na sexta-feira, 31 de janeiro, duas entrevistas importantes. Foram divulgadas entrevistas realizadas com Dona Maria do Céu, mãe de Gugu, de 90 anos, e também uma entrevista dada pela viúva do apresentador, Rose Miriam.

Muitas coisas foram reveladas pelas duas mulheres mais importantes da vida de Gugu Liberato sobre a briga judicial entre as duas famílias, onde uma alega que era esposa de Gugu e viviam como marido e mulher, e pais de três filhos; e do outro lado a família biológica do artista, que alega que os dois eram apenas dois amigos que resolveram ter filhos juntos.

Rose Miriam resolveu escrever uma carta de seu próprio punho descrevendo como era o seu Relacionamento com Gugu Liberato e como ocorreu a formação de sua família. A médica revelou que a formação da família foi um desejo dos dois e o apresentador o incluiu em sua vida, assim como ela fez com ele na vida dela. Rose disse que eles formaram uma família conforme a vontade de Deus. "Formamos uma família conforme a vontade de Deus", escreveu.

Sobre a gravidez dos filhos de Gugu

Rose disse que desde que descobriram que ela estava grávida, a vida do casal tomou um novo rumo e que tiveram três filhos lindos e saudáveis. Ela contou que os dois traçaram um caminho junto, onde houve muito amor, respeito e cumplicidade e voltou a afirmar que a relação entre os dois era de acordo com a vontade de Deus e que o amor e a confiança sempre andou lado a lado.

Segundo Rose Miriam, ela e Gugu Liberato foram muito felizes durante todos os anos em que passaram juntos, mas que desde que mudaram para os Estados Unidos, foram muito mais felizes. A mulher contou, que mesmo estando distantes, a casa dos dois tornou-se um lar mais sólido, para onde Gugu ia frequentemente e que a alegria brotava em seus corações.

Vida de Gugu com a família nos EUA

A viúva de Gugu, Rose Miriam, revela que jamais conseguirá esquecer os abraços fortes que Gugu dava na família cada vez que chegava do Brasil e que o marido amava viver nos Estados Unidos, pois lá ele estava no seio da sua família e podia andar livremente pela cidade.

Ela contou que Gugu andava de bicicleta, vestindo bermuda e calçando chinelo e que adorava fazer compras nos supermercados. Ela revelou que Gugu se sentia livre no país.

Ela contou que Gugu foi um querido e zeloso pai e também marido e que foi o seu companheiro nos momentos felizes ao criar e educar os filhos e que o apresentador era o pilar da sua casa. Rose revelou que Gugu passava o máximo de tempo que podia com eles em Orlando e que eles só não conviviam mais juntamente por causa do trabalho dele como apresentador e como empresário, mas que era uma profissão que ele amava, por ser querido e amado por todos.

Tecendo elogios ao apresentador, Rose disse que Gugu era o homem mais íntegro e generoso que conheceu em sua vida e que ele sempre desejou que na idade em que os meninos tivessem para fazer o high school eles iriam se mudar para os Estados Unidos, e assim fizeram no dia 02 de julho de 2015, achando que seria a melhor decisão.

Sobre a morte de Gugu

Rose contou que toda vez que Gugu tinha que voltar para o Brasil, o apresentador se emocionava ao ter que se despedir e sempre dizia quando ia sair: "assim que der, eu volto. Amo vocês! Fiquem com Deus". Rose lamentou o dia 20 de novembro de 2019, quando ao chegar em casa, a vida do marido foi ceifada tragicamente em sua frente e dos seus filhos, devido a um acidente doméstico.

A mulher disse que agora as suas vidas estão transcorrendo após a maior perda que já tiveram em suas vidas e o que resta é a dor da saudade de uma pessoa que será inesquecível, que só soube dar amor a eles. Ela disse que o que conforta é ter a certeza de que Gugu está calmo e perto de Deus.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!