Nesta segunda-feira (10), como tradicionalmente acontece no confinamento do "Big Brother Brasil 20", os brothers participaram de um jogo da discórdia.

Ao longo do jogo, eles deveriam escolher, novamente, quem estaria no seu pódio dos três finalistas do programa. A dinâmica em questão é uma atualização de algo que os brothers já haviam feito há algumas semanas. Durante o ao vivo, Victor Hugo e Mari acabaram batendo boca ao vivo a respeito da escolha do brother e da justificativa para isso.

Discussões e conversas na madrugada de 'BBB20'

Depois do programa ao vivo, Victor Hugo e Mari voltaram novamente a conversar a respeito do acontecimento em uma longa DR que durou mais de hora na área externa do confinamento.

O psicólogo explicou para a influenciadora todos os detalhes do que lhe chateou durante a última festa, que aconteceu no sábado (7), em relação a ela. Segundo Victor Hugo, Mari não o defendeu no momento das acusações que foram feitas por Gizelly, que chegou a chamar o brother de falso.

Mari então se justificou, e esclareceu que Victor, em primeiro lugar, é um homem grande e formado, e que não precisa de ninguém para poder defendê-lo. Em segundo, a sister pontuou que a amizade dele com a Gizelly é algo dele, e que ela não teria nada a ver com isso. A sister ainda explicou que a relação de Victor e Gizelly é algo mais antigo do que a que eles têm agora. No entanto, o maranhense esclareceu que esperava que Mari o defendesse diante da situação toda.

Em meio à longa conversa, Victor ainda pontuou que se incomodou com o fato de que Mari supostamente riu dele diante da situação que estava acontecendo na festa, e a influenciadora explicou que não estava rindo dele, e que ela havia bebido e passado do limite na festa.

Em seguida, ela pediu desculpas para o brother por tê-lo chateado. O brother aceitou as desculpas de Mari, mas voltou a falar que se sentia sozinho na casa e que tem passado por momentos de solidão, e que muitas vezes fica falando em voz alta, e logo ressaltou que quando ele diz as coisas, ele precisa estar sendo coerente com seu público.

Logo em seguida, Mari declarou que está sempre aberta para poder ouvir o psicólogo, mas que ele tem que pensar não somente no público quando fala as coisas, e que, quando, está falando com ela, precisa falar com o coração.

A conversa entre Mari e Victor Hugo durou ao longo da madrugada que o brother aproveitou para poder desabafar a respeito de todos os acontecimentos da casa nos últimos dias.

Não perca a nossa página no Facebook!