Cotado para disputar a presidência em 2022, o apresentador da Rede Globo Luciano Huck está sendo cobrado para que se decida sobre sua candidatura ou não ao Palácio do Planalto. Sondado pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), ele provavelmente deve anunciar logo a sua desistência à disputa, segundo o colunista Ascânio Seleme, do jornal O Globo.

Provável desistência de Luciano Huck

Neste sábado, dia 7 de Março, o jornalista Ascânio Seleme deu informação em sua coluna no jornal O Globo de que a grande aposta do PSDB, Luciano Huck, irá desistir de disputar as eleições de 2022 devido a alguns problemas com a família.

Com o surgimento do chamado bolsonarismo, o partido, que já teve Fernando Henrique Cardoso como presidente, viu suas esperanças em fortalecer a direita brasileira no apresentador do programa semanal "Caldeião do Huck".

O jornalista Ascânio Seleme revelou que ficou sabendo de algumas pessoas próximas de Huck que ele não irá seguir com o propósito de candidatura e irá anunciar, em breve, a desistência, devido a problemas familiares, como dito anteriormente.

Recado da Globo para Luciano Huck

A notícia que revelou a provável desistência do marido de Angélica, para a disputa presidencial em 2022, veio acompanhada de uma nota do jornalista que soa como um aviso da emissora carioca para ele. Vale lembrar que a Rede Globo de Televisão cobra um posicionamento de Luciano Huck sobre a sua disputa ou não ao cargo.

Na referida nota, é lembrado que se uma candidatura demorar a ser feita, isso pode atrapalhar o aparecimento uma outra pessoa que realmente tenha potencial para vencer as Eleições. O aviso diz ainda que Huck fica parado, sem movimentação, ocupando um importante espaço dentro do momento político atual. Por fim, a nota alerta sobre a importância de se ter logo uma resposta (cobrando uma decisão rápida) pois, demorando muito, a busca por um outro nome do centro político, pode ser prejudicada devido ao tempo desperdiçado.

Luciano Huck sobe o tom com Bolsonaro

As constantes polêmicas do atual Presidente de República, Jair Bolsonaro, tem sido alvo de críticas de vários setores, principalmente de parte da mídia. O recente caso de insulto do presidente a uma jornalista do jornal Folha de S.Paulo, Patrícia Campos Melo, não passou despercebido pelo apresentador que o criticou duramente.

Ele comentou que evita comentar falar sobre declarações de qualquer pessoa, porque está na torcida pelo Brasil ou pelo motivo de não querer se envolver em intrigas ou fofocas. Contudo, ele fala que Bolsonaro ultrapassou qualquer limite: "...as fronteiras da decência foram ultrapassadas hoje".

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!