Durante a madrugada dessa terça-feira (14), os participantes do "BBB20" conversaram bastante sobre a eliminação de Gizelly e sobre a reta final do confinamento. Entretanto, eles foram surpreendidos de forma negativa ao retornarem à sala da casa e perceberem que a contagem de dias até a grande final do programa havia mudado no telão.

Ainda na última segunda-feira (13), a Globo anunciou a sua decisão de prolongar o programa por quatro dias. Dessa forma, a final do "BBB20", que iria ao ar no dia 23 de abril, foi mudada para o dia 27 de abril. Os brothers, entretanto, não foram avisados dessa decisão por Tiago Leifert durante o programa ao vivo e descobriram através da contagem.

Sem conseguir compreender o que estava acontecendo, a cantora Manu Gavassi afirmou que com todas as expectativas que eles já estão criando para a final e também para deixar o confinamento, é uma verdadeira maldade mudar o número sem dizer nada. De acordo com ela, apesar de serem poucos dias, a impressão que se tem é que dois meses de tempo acabaram de voltar.

A cantora ainda falou que isso é algo bastante ruim para se fazer com uma pessoa que está confinada, visto que abala a saúde mental de qualquer um. Manu foi uma das pessoas que mais se assustou ao ver o número do telão passando para 10 dias e 17 horas.

Sem acreditar que a mudança teria ocorrido sem ser avisada, Thelma Assis disse à amiga que isso devia ser uma brincadeira por parte da produção e não uma mudança real na data.

Babu Santana, por sua vez, sugeriu que poderia ser um erro no algoritmo do telão.

Por não terem certeza de nada, os brothers passaram uma boa parte da madrugada olhando para o telão da sala e criando teorias do que poderia ter acontecido e sobre quais seriam os motivos para um adiamento caso isso seja realmente verdadeiro.

Manu, Ivy e Mari pensam em se rebelar

A conversa ainda teve continuidade algum tempo depois entre Manu Gavassi, Mari Gonzalez e Ivy Moraes. No quarto, a modelo mineira afirmou que ela não se importaria com o adiamento caso a produção tivesse avisado alguma coisa para eles. De acordo com Ivy, a pior parte de tudo era não entender o que estava acontecendo.

Ainda falando sobre o assunto em questão, a mineira sugeriu que caso o número de dias voltasse a aumentar, ela iria até o confessionário e pediria para sair do programa. Na tentativa de elaborar um plano para saber o que está acontecendo, Ivy ainda sugeriu que na próxima quinta-feira (16), os brothers se recusem a fazer a prova do líder.

Mari riu da ideia da amiga e afirmou que o episódio ficaria conhecido na história do Big Brother Brasil como “revolução dos números”. Manu, por sua vez, concordou com o plano e destacou que o psicológico dos participantes confinados no reality show fica abalado nessa reta final, de forma que seria injusto não saber o que está acontecendo.

Não perca a nossa página no Facebook!