A disputa judicial pelo espólio de Gugu Liberato pode estar atingindo a vida dos três filhos do apresentador, João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, de 15 anos. Além da dor pela morte do pai, os adolescentes também estão tendo que lidar com a exposição da vida íntima de seu patriarca e com ataques contra suas próprias imagens.

De acordo com o site Notícias da TV, após a morte de Gugu Liberato, que aconteceu em novembro de 2019, foram divulgados documentos que afirmam que os filhos do apresentador estão enfrentando problemas psicológicos.

Na semana passada, a briga pela herança de um dos apresentadores mais Famosos do Brasil, ganhou mais um capítulo judicial.

Desta vez, duas juízas do estado de São Paulo ordenaram a abertura de mais um inquérito envolvendo a família de Gugu. Com isso, elas pretendem investigar a quebra de sigilo judicial do caso e uma suposta falsificação de documentos anexados no processo em que a mãe dos filhos de Liberato, Rose Miriam di Matteo, pede o reconhecimento de sua união estável com o apresentador.

Adolescentes abalados

Ainda de acordo com o site de notícias Notícias da TV, a desestruturação psicológica dos filhos de Augusto Liberato teve início no dia do acidente doméstico que acabou resultando na morte do comunicador. Depois disso, mostrando-se abalada, a família do apresentador optou por respaldar os filhos de Gugu nos Estados Unidos, onde vivem com a mãe. Familiares se revezariam para ficarem próximos dos três adolescentes.

No entanto, tudo mudou depois que Rose acionou a Justiça reivindicando 50% dos bens do apresentador.

A psicóloga Suzy Camacho analisou a situação, ela disse que quando um pai morre os filhos entram em “estado de tristeza” e, em alguns casos, até entram em depressão. Segundo a especialista, diante de divergências familiares, as crianças acabam entrando em uma espécie de conflito de lealdade.

Ainda de acordo com Suzy, neste caso, na cabeça da criança, ela pensa que se ficar ao lado da mãe, acaba ficando contra a família. E se ficar ao lado da família: “se volta contra a mãe”. Neste momento, segundo Suzy, as crianças acabam se aproximando de jovens rebeldes.

Áudios vazados

Este novo inquérito foi instaurado decorrente do vazamento de um áudio atribuído ao primogênito de Gugu, João Augusto.

No áudio, João afirma ter recebido ameaças de sua matriarca, aparentando estar abalado com a situação. E mais, além do vazamento do áudio, a briga envolvendo a herança do apresentador também trouxe a público documentos comprometedores para os filhos de Augusto Liberato.

Família de Gugu Liberato divulga nota

Recentemente, através de uma nota oficial, a família de Gugu falou sobre o áudio atribuído a João Augusto. Na nota, eles condenam a divulgação do áudio e de provas, que estariam sendo mantidas sobre sigilo judicial.

De acordo com informações do site Notícias da TV, segundo pessoas envolvidas no caso, o vazamento destas informações favoreceria a matriarca dos filhos de Liberato, já que coloca em xeque a maturidade do primogênito do apresentador, para assim, administrar a herança de Gugu.

Advogado de Rose rebate acusações

Após ter conhecimento da nota divulgada pela família de Gugu, Nelson Wilians, advogado de Rose Miriam di Matteo, rebateu as acusações dizendo que também estão sendo divulgadas na mídia “notícias desfavoráveis a Rose Miriam”. Ademais, ele também afirma que os vazamentos destas informações apenas atrapalham e não contribuem em nada com o processo movido pela médica. “É uma exposição desnecessária”, disse Nelson Wilians.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!