Internado desde o mês passado, o apresentador da TV Anhanguera, afiliada da Rede Globo no estado de Goiás, Waldemar Neto, conhecido como “Seu Waldemar”, apresentou melhora segundo informação do último boletim médico divulgado nesta terça-feira (14).

O jornalista de 33 anos segue na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital de Goiânia e apresenta “boa evolução” ao tratamento, apesar de seu estado ainda ser considerado grave pelos médicos. O boletim diz ainda que o apresentador passou por vários exames e as avaliações se mostraram positivas.

O texto ainda informa que Waldemar está consciente e que de forma gradativa está reabilitando seus movimentos e sua comunicação.

O boletim também informa que o paciente pegou pneumonia em decorrência da Covid-19, afetando bastante seu pulmão. Por essa razão, sua recuperação “exige um tempo de segurança”.

Na semana passada ele já havia despertado e, de forma bem humorada, pediu que lhe fosse servida uma pamonha.

Waldemar começou a sentir os primeiros sintomas relacionados a Covid-19 no dia 18 de março, buscou ajuda médica é ficou em isolamento. A confirmação de que ele estava com o coronavírus ocorreu em 25 de março.

Goiás tem 15 mortes confirmadas

De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (13), o estado de Goiás possuía 233 casos positivos do coronavírus e 15 mortes confirmadas. Já o boletim divulgado pela secretaria de Saúde informa que 3.701 casos em investigação e outros 1.675 exames deram negativo para a Covid-19.

De todos os óbitos registrados no estado, sete deles estão em Goiânia. Já a cidade de Luziânia registrou duas mortes. As outras cidades com vítimas fatais são Aparecida de Goiânia, Goiandira, Paraúna, Pires do Rio, Rio Verde e Valparaíso de Goiás.

Existem ainda cinco mortes que estão em investigação e outros 18 óbitos, que estava sob suspeita, tiveram descartado o coronavírus.

Em todo o estado, 35 cidades já registraram pelo menos um caso da doença. Em relação a internações, existem quatro pacientes com coronavírus internados na rede pública e outros dez na rede privada. Há também 74 pessoas internadas com suspeita de estarem infectadas, sendo 31 na rede particular e 43 na rede pública.

Como medida para conter ao avanço do coronavírus em todo o estado, o govenador Ronaldo Caiado (DEM) determinou a prorrogação da quarentena até o dia 19 deste mês.

Já as escolas e faculdades devem manter a suspensão das aulas pelo menos até o dia 30.

Números no Brasil

Um novo boletim divulgado pelas secretarias de Saúde, às 11h15 desta terça-feira (14), apontou que o Brasil já tem 23.995 casos confirmados do novo coronavírus e o número de vítimas fatais da doença chegou a 1.361.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!