O apresentador Matheus Ribeiro, da TV Anhanguera, afiliada da Rede Globo em Goiás, decidiu pedir sua demissão da emissora na última quarta-feira (8). A decisão foi tomada pelo apresentador por não concordar com a redução de seu salário devido à pandemia do novo coronavírus. As informações foram divulgadas em primeira mão pelo colunista do UOL Leo Dias.

Em 2019, Matheus Ribeiro ficou conhecido por todo o Brasil após se tornar o primeiro apresentador assumidamente homossexual a ocupar a bancada de um dos jornais mais consagrados da emissora carioca, o “Jornal Nacional”. De acordo com a reportagem de Leo Dias, a saída de Matheus da emissora foi comunicada pela diretora de jornalismo da TV Anhanguera, Brenda Freitas, na quarta-feira (8).

Matheus Ribeiro permaneceu como âncora do “Jornal Anhanguera - 2ª edição” por cerca de quatro anos, e também realizava diversas participações em telejornais da GloboNews. Antes de se destacar no mundo jornalístico, Ribeiro atuou por dois anos como repórter da afiliada goiana da emissora carioca.

Luciano Cabral é cotado para substituir apresentador

Agora com a saída do apresentador, de acordo com Leo Dias, o jornalista Luciano Cabral, que já chegou a comandar uma edição do “Jornal Anhaguera” produzida no interior do estado, é o mais provável a ocupar a vaga de Matheus Ribeiro. No entanto, atualmente Luciano Cabral segue em quarentena devido à pandemia do novo coronavírus. Com disso, Suelen Reis, comandante do “Bom Dia Goiás”, ficou cotada para apresentar o telejornal na última quarta-feira (8).

Carta de demissão

Após ter conhecimento do caso, Leo Dias teve acesso à carta de demissão, que teria sido enviada por Matheus Ribeiro para sua chefia direta, Brenda Freitas, na TV Anhanguera. Durante a extensa carta, Ribeiro chega a dizer que estava sendo perseguido pela direção da afiliada global, tanto que, nas últimas semanas, ele teria recebido diversas advertências e punições.

Mas não é só isso, o apresentador também reclamou de seu salário e de seus vencimentos, mesmo antes da redução causada decorrente do novo coronavírus.

Ao dar início a sua carta de demissão, Ribeiro diz que diante dos fatos ocorridos nas últimas semanas irá “solicitar a rescisão indireta” de seu contrato com a emissora.

Em seguida, o jornalista diz que a forma que anda sendo tratado, as restrições que estão sendo impostas, as ilegalidades e o tratamento incompatível com sua entrega como âncora do principal telejornal da casa, obrigaram-no a tomar esta decisão.

Depois disso, Matheus Ribeiro cita alguns dos problemas que estava enfrentando na emissora, e pede para que sua chefa some tudo que foi escrito por ele com os problemas antigos que nunca foram lembrados durante suas conversas. Por fim, ele diz ter chegado na TV Anhanguera “um menino”, que precisava aprender muito, e se diz ser grato por todas oportunidades.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!