Após muita polêmica com as lives de Gusttavo Lima, Pablo Vittar e César Menotti e Fabiano, o YouTube perderá acessos devido às suas rigorosas regras de publicidade e conteúdos. Isso porque, uma determinada empresa criou uma nova plataforma para que os shows online sejam transmitidos sem as restrições de publicidade e conteúdo que a empresa da Google tem. A partir da criação desta plataforma, os cantores poderão ter uma maior liberdade para suas expressões, suas bebedeiras e principalmente, para os seus patrocinadores (que são pontuais e por transmissão). As informações deste artigos foram divulgadas pelo colunista do portal UOL Leo Dias.

Causa da criação da plataforma

Nesta quarentena, o vocabulário do povo brasileiro já se enriqueceu devido ao isolamento social. Um exemplo disto, é o uso do termo live que, traduzido para a língua portuguesa, significa "ao vivo". A palavra já anexada ao cotidiano do isolamento brasileiro, traduz um jeito caseiro de se assistir a um bom show de seu (sua) cantor (a) preferido (a). Com tamanha exposição de público, os cantores arrumaram anunciantes pontuais que patrocinam somente as transmissões. Porém, as regras do YouTube são bem rigorosas em relação a direitos autorais e propaganda.

Sendo assim, uma empresa resolveu criar uma plataforma somente para exibição de shows online desses cantores, com regras bastantes flexíveis quando o assunto é monetização da exibição, direitos sobre músicas e consumo de bebidas alcoólicas.

Nova plataforma para live

O mercado de transmissões online vai se aquecer ainda mais com a criação desta plataforma de shows onlines totalmente independentes. A empresa Central de Eventos Live é a criadora da inovação e seu diretor, Júlio Ramos, falou sobre a novidade. Ele disse que a novidade pode transmitir não somente shows, mas também congressos, danças, teatro, cursos, etc.

E o melhor: sem nenhum tipo de restrição podendo até cobrar ingresso ou não, afirma o diretor.

Mercado permanente

Uma tendência que está surgindo é de que as lives vieram para ficar. O jornalista Leo Dias fez uma entrevista com o cantor Wesley Safadão, que afirmou a tendência é de que os shows presenciais não voltem tão cedo e que, mesmo no retorno aos shows presenciais, acredita que as transmissões pela internet continuarão.

Inclusive, para não deixar o seu show online cair na monotonia, ele vai começar a ter atrações musicais e, em sua próxima live, contará com a presença da banda "Raça Negra".

Custos da nova plataforma

O diretor da inovação Júlio Ramos disse que a divisão da receita do show será da seguinte forma: 80% para o cantor e equipe e 20% para a empresa. Ele ainda acrescenta que depende da quantidade de lives e as receitas arrecadadas: "Tudo negociável".

Outra possibilidade deste produto da empresa é que, durante as transmissões, o público poderá participar através de chats e ainda fazer doações.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!