Gabriel Matos, conhecido pelo apelido de Sukita, e atual diretor de criação do BuzzFeed, abriu um processo no valor de R$ 1,5 milhão contra o hipnólogo Pyong Lee, que participou do "Big Brother Brasil 20".

Na ação movida por Gabriel, o publicitário estaria acusando o ex-BBB de ter estimulado que fossem feitos ataques de ódio contra ele através das redes sociais.

Estes ataques, inclusive, segundo foi relatado por Matos, acabaram causando danos graves tanto no quesito pessoal quanto também no financeiro para ele, desde que aconteceram há alguns meses, depois da saída do youtuber do programa.

Em sua decisão, o juiz Marcelo Augusto Oliveira entendeu que Pyong não incitou seus seguidores a atacarem o autor, e indeferiu, em caráter liminar, o pedido de Matos.

A situação toda foi desencadeada devido à polêmica entre o diretor do BuzzFeed e Pyong Lee iniciada em 14 de abril.

Polêmicas entre Sukita e Pyong Lee

No momento em questão, Gabriel publicou uma mensagem no Twitter, na qual falava que, com a saída de Gizelly Bicalho do "BBB20", e como não havia sido formado nenhum paredão na ocasião, ele teria que se dedicar a um hobby seu, que era "zoar" a família do hipnólogo. Além disso, o diretor também fez uma piada na qual citou que estava mais largado do que o filho de Pyong.

Na época das publicações que foram feitas por Matos nas redes sociais, Pyong já havia deixado o confinamento do "BBB20". No entanto, na ação que está sendo movida contra o hipnólogo por Matos, os advogados do diretor alegam que ele havia reproduzido memes e piadas que estavam sendo difundidos na internet há algum tempo.

Desta forma, também foi informado pelos advogados de Gabriel que o tom de sua página na rede social sempre foi voltado para o humor, algo que ele vinha fazendo há algum tempo através do Twitter, mesmo antes de brincar com a situação do ex-BBB.

Na acusação que está sendo feita por Matos em relação ao youtuber, ele e seus advogados alegam que Pyong agiu de uma forma completamente desproporcional ao assunto, a respeito das publicações que foram feitas pelo diretor nas redes sociais.

Eles ainda responsabilizaram o ex-BBB na ação pelas ameaças que foram feitas a Gabriel e pessoas próximas a ele nas redes sociais. Foi anexado pelos advogados de Matos no processo contra o ex-BBB alguns prints com insultos e ameaças que foram feitas por supostos seguidores de Pyong nas redes sociais, direcionados ao diretor do BuzzFeed.

O UOL teve acesso ao documento da ação que está sendo movida. Logo no começo do texto, é citado que Pyong havia mobilizado seus milhões de seguidores nas redes sociais para poder pedir pela demissão de Gabriel Matos da BuzzFeed.

A atitude, segundo consta no comunicado, gerou muitos danos para Gabriel em sua vida, e que ele está enfrentando até agora. Os danos são ameaças de violência e de morte, algo que tem trazido transtornos emocionais e financeiros para o mesmo desde o acontecimento.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!