Phelipe Siani, apresentador do “Breaking News”, na CNN Brasil, está dando o que falar após o vazamento de seu comentário sobre um possível lockdown, que é o isolamento total em São Paulo, devido à pandemia do novo coronavírus. Siani falou sobre o assunto momentos antes de entrar ao vivo em seu programa no último domingo (10). Contudo, o áudio do apresentador já estava aberto, por isso, os telespectadores conseguiram ouvir ao vivo quando o Phelipe disse que "se o Covas [Bruno Covas, prefeito de São Paulo] decreta lockdown, eles se f***m".

Depois disso, provavelmente Phelipe Siane foi avisado que seu áudio já estava sendo transmitido e, neste momento, rapidamente começou a rodar a vinheta do telejornal.

A fala do jornalista durou apenas oito segundos e foi dita durante o especial “Breaking News Domingo”, onde o telejornal faz uma extensa cobertura sobre a pandemia do novo coronavírus. A fala de Phelipe logo repercutiu nas redes sociais, contudo, até o momento nem o apresentador nem a emissora se manifestaram sobre o ocorrido.

Repercussão nas redes sociais

Como já era de se imaginar, logo depois que o vídeo do comentário de Phelipe Siani começou a ser compartilhado nas redes sociais, internautas usaram a mesma para também comentar o episódio. Um usuário do Twitter, mencionando a fala do jornalista, disse que foi o que Siani disse sobre “a queda de clientes no comércio de SP”. Em seguida, ele ainda diz que o melhor foi “a casa de Marcela Rahal”, que apresenta o “Breaking News” ao lado de Phelipe Siani, dizendo que a mesma percebeu que eles já estavam no ar.

Outro questionou se o apresentador mandou “eles se f****" ao vivo. Um terceiro disse que o “microfone estava aberto”, porém, “eles deveriam estar em off”.

Âncora da Globo critica quem sai do isolamento para malhar

Recentemente, o âncora do “DF 1”, jornal da Globo no Distrito Federal, Fábio William, também deu o que falar após fazer um comentário em seu programa.

Ao responder uma internauta, que escreveu para o programa relatando que no Riacho Fundo as academias continuam funcionando mesmo em período de quarentena, Fábio afirmou que “se a academia não cumpre a lei, não é confiável”. Além disso, ele também aproveitou para criticar as pessoas que deixam o isolamento para frequentar academias.

Fabio William afirma ainda que não adianta malhar para ter saúde e acabar morrendo de covid-19. E mais, ele ainda relembrou que normalmente o caixão para às vítimas da doença é fechado, por isso, lembra que “ninguém vai ver seu corpo ‘bombado’ lá dentro”. As declarações foram feitas pelo jornalista na última quinta-feira (7), durante do “DF 1”.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!