O cantor Wesley Safadão, além de ser um dos artistas de maior sucesso atualmente no Brasil, procura sempre se manter atento às tendências do seu segmento musical. Para isso, ele procura sempre gravar com nomes novos da música e também renovar a sua imagem ao longo da carreira.

Durante a entrevista exclusiva concedida ao jornalista Leo Dias, do portal UOL, Safadão chegou a falar sobre como conduz a sua carreira, destacando que procura sempre fazer o que as pessoas gostam e aplicar as preferências do público aos seus shows.

Falando um pouco mais sobre a sua rotina antes da quarentena, Wesley Safadão destacou que tinha o costume de fazer cerca de 20 shows em um único mês.

Entretanto, após a pandemia do novo coronavírus, ele está fazendo somente um e sem saber o que vai ganhar. "Acho que todo o mundo fala sobre ter mais tempo para aproveitar a família, e agora estou tendo", disse.

De acordo com o cantor, ninguém estava preparado para viver uma situação como essa e ele precisará se adequar à nova realidade. Entretanto, olhando para o futuro, Safadão destacou que quando tudo se normalizar no Brasil, ele não quer voltar a viver da forma como vivia antes, vista por ele como bastante atribulada.

Apesar de afirmar que não deseja voltar à sua rotina antiga, o cantor ainda destacou durante a entrevista concedida a Leo Dias que sente saudades de todas as loucuras que viveu ao lado da sua equipe. Porém, ele deseja conseguir passar mais tempo ao lado das pessoas que ama e ter mais momentos com os seus amigos.

De acordo com Safadão, a pandemia serviu para lhe mostrar que ele precisa de muito pouco para viver.

Safadão comenta medidas durante quarentena

Ainda durante a entrevista com Leo Dias, Wesley Safadão contou a respeito da sua decisão de reduzir em 50% o salário dos seus músicos durante a quarentena. De acordo com o cantor, essa medida foi necessária para que ele pudesse manter todos eles contratados no período em questão.

Comentando mais sobre esse ponto específico, o cantor destacou que ele está planejando o seu retorno para outubro, mas afirmou que não sabe se os shows poderão acontecer nesse período. Devido a isso, ele tem pela frente cerca de oito meses sem faturamento, algo que torna complicado manter uma empresa na qual todos recebem 100% do seu salário.

Apesar de saber que essa é a alternativa mais viável para manter os funcionários, Wesley Safadão revelou que não se sente totalmente bem com a decisão, visto que além da sua família, que é enorme, existem outras pessoas que ele não pode abandonar nesse momento complicado.

Portanto, o cantor revelou que não tem conseguido dormir bem.

Por fim, ainda falando sobre a quarentena, Wesley Safadão revelou que é necessário acreditar que Deus sempre terá uma saída para as coisas e é necessário acreditar e se movimentar até que tudo isso passe.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!