Na noite da última quinta-feira (4) a atriz Amber Riley, que interpretava a personagem Mercedes em Glee, se pronunciou a respeito das acusações de racismo feitas contra Lea Michele, sua colega de elenco na série citada.

É possível afirmar que o caso em questão começou a acontecer ainda na última segunda-feira (01). Na ocasião citada, Samantha Ware, que participou da última temporada de Glee, acusou Michele de fazer da sua vida um inferno a ponto de que ela quase desistisse da sua carreira de atriz.

Após os fatos destacados, Amber Riley chegou a compartilhar alguns gifs sobre o assunto. Esses compartilhamentos aconteceram ainda na noite da última quarta-feira (03).

Entretanto, desde então, a atriz não havia falado diretamente sobre as acusações de racismo de Lea Michele.

De acordo com informações veiculadas pelo blogueiro Hugo Gloss, Amber quebrou o silêncio durante uma transmissão ao vivo com a influenciadora digital Danielle Young. Durante a live, a intérprete de Mercedes Jones chegou a dizer que aquela seria a primeira e a última vez em que ela falaria sobre esse assunto e comentou o seu ponto de vista.

Segundo Amber Riley, ela não sabia qual era a melhor forma de comentar a respeito disso, visto que ela não gostaria de parecer uma pessoa vingativa e tampouco mesquinha. De acordo com a atriz, os gifs que ela compartilhou em sua conta do Twitter foram somente uma brincadeira, visto que ela pensou que poderia ser engraçado reagir dessa forma.

Amber Riley elogia as atitudes de Samatha Ware

Entretanto, Amber afirmou que reconhece que aquele poderia não ser o ambiente mais apropriado para fazer esse tipo de brincadeira e comentou sobre a atitude de Samantha Ware. Na ocasião, a atriz elogiou a sua ex-colega de elenco e afirmou que falaria sobre o assunto somente por causa de Samantha.

Posteriormente, Amber Riley afirmou que se sentia orgulhosa dela e que chegou a conversar com Samantha sobre o assunto por FaceTime.

Na sequência, a atriz ainda contou que ficou orgulhosa em especial pela amiga ter falado a verdade sobre a situação sem medo.

Para Amber, isso foi ainda mais corajoso por ter sido feito depois que Lea Michele tentou se inserir no movimento Black Lives Matter, comentando sobre o assunto no Twitter e, de acordo com Amber, ela entendeu o comentário de Samantha Ware como uma tentativa de não deixar que Michele se aproveitasse do movimento em questão sendo que não havia tratado uma pessoa preta de maneira adequada quando teve a oportunidade de fazer isso.

Apesar de concordar com a atitude de Samantha, Amber afirmou que não poderia confirmar que Lea Michele é uma pessoa racista, em especial pelo fato de que a atriz está grávida e não precisa de todo esse estresse na sua vida no momento.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!