A atriz Fernanda Montenegro, 90 anos, é uma das mais queridas da televisão e da Rede Globo e teve a oportunidade de falar um pouco sobre como está encarando esse momento de pandemia do novo coronavírus, que tomou conta do Brasil e do mundo.

Fernanda Montenegro sobre quarentena

A veterana da televisão brasileira está passando esse período de isolamento social em Petrópolis, no Rio de Janeiro, ao lado da família, e conversou com o cineasta Andrucha Waddington, que é seu genro, sobre essa fase de pandemia. A entrevista da artista está sendo transmitida no Canal Brasil, no Cinejornal.

Sobre o futuro da arte após esse período, a famosa contou que não sabe como será, mas que não irá se acalmar e se ainda tiver raciocínio e força, estará em ação, pois essa é uma ambição pessoal.

Fernanda Montenegro disse que sem a cultura das artes, não existe país e que essa tem sido uma hora desbaratinada em que os artistas estão sem perfil, estão jogados fora.

Como Fernanda Montenegro está no isolamento

A atriz falou sobre esse momento de quarentena e disse que cada vez a resposta é de que vem mais um mês e depois outro e que a vacina só virá lá em setembro ou outubro. Fernanda disse que está há dois meses em Petrópolis e que cada um deles está tentando criar algo pela internet, que seja um diálogo ou mesmo um poema.

Segundo a famosa, as pessoas estão tendo que produzir dentro do momento terrível e trágico que todos estão vivendo. Para ela, existe até um sentimento de culpa por pessoas como ela terem uma casa para se isolar e tantas pessoas não terem nada, e isso mesmo pagando os impostos em dia e tentando escolher os políticos que acreditam que resolverão os problemas da vida.

A veterana disse que os anos vão passando e ninguém resolve nada e que o número de desempregados só aumentam, isso mesmo antes do vírus aparecer. Fernanda Montenegro desabafou e disse que acha que o coronavírus veio como um castigo celeste, como uma coisa bíblica. "Eu acho que o vírus veio como um castigo celeste, uma coisa bíblica", disse

Para a atriz, é difícil falar do assunto e não se envolver no ponto de vista social e humano, e que as pessoas precisam esperar que isso passe logo. A artista fez uma ligação da situação atual vivida pelo mundo com um dilúvio.

Ela disse que essa barca deverá chegar em algum lugar e que chegue com uma sociedade mais justa.

Sobre o futuro do cinema

A famosa falou sobre o futuro das salas de cinema e disse que será preciso um renascimento diante dessa situação vivida e lembrou dos tempos em que as programações mudavam três vezes por semana e com lotação das salas, mas que será preciso encontrar uma outra forma de fazer essa arte.

Fernanda Montenegro disse que não podemos ficar parados diante dessa crise vivida e sim ter uma esperança mais ativa e que as coisas só se resolverão se formos à luta. A artista disse que tudo passa e que essa tragédia também passará. Ela encerrou sua entrevista dizendo que estamos vivendo diversos vírus e que talvez o maior seja o vírus titular.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!