Na manhã desta última quinta-feira (17) o youtuber, Luccas Neto, irmão do também youtuber Felipe Neto, chorou ao rebater as acusações que foram feitas contra ele, apontando que ele havia feito apologia à pedofilia.

O momento em que o youtuber chorou diante das acusações foi ao ar através de um vídeo publicado por ele nas redes sociais. No momento em que falava a respeito da situação, Luccas ainda citou que as fake news estavam indo longe demais. O youtuber é conhecido por ser produtor de conteúdo infantil na plataforma.

Luccas Neto rebate acusações

A situação toda se deu pelo fato de que o youtuber havia aparecido em uma imagem que foi compartilhada nas redes sociais chupando uma garrafa com um doce gigante.

Contudo, ao que tudo indica, a imagem se tratava de uma montagem que foi feita e distribuída pelas redes sociais, que acabou se tornando uma grande polêmica com o nome de Luccas, que precisou ir até as redes sociais para falar da situação.

Sem citar os nomes das pessoas envolvidas no caso, Luccas afirmou que um homem havia visto um vídeo seu em que ele come uma bala gigante e levou o ato como sendo, por parte do youtuber, como se o objeto em questão fosse um brinquedo sexual.

Ao se explicar, Luccas declarou que o doce se chama super gummy e quem ao buscar no YouTube sobre o doce em questão, várias outras pessoas aparecem comendo-o, nada mais sendo que uma bala gigante.

Em seguida, Luccas explicou que o homem em questão, que falou a respeito da bala que ele estava comendo no vídeo, achou que, na realidade, o chamado super gummy era um brinquedo sexual que estava sendo usado por ele em seu vídeo.

O youtuber ainda destacou que considerou inacreditável a reação do homem. "Essa notícia falsa sobre mim, nesse vídeo que estão espalhando foi deletado do meu canal há muito tempo", disse Luccas, afirmando não ter sido por conta da cena em questão, mas do exagero de açúcar retratado.

Diante disso, Luccas ainda contou que o homem em questão fez uma publicação onde acusou o youtuber de praticar pedofilia em seu canal.

Na publicação, ele esclarece que o homem havia falado que ele pratica "coisas eróticas" em seu canal na plataforma.

O youtuber ainda prometeu no vídeo que agora irá processar o homem que o difamou, alegando que ele havia usado de um brinquedo sexual em seus vídeos. Luccas ainda pontuou que o homem que o acusou do ato em questão, havia notado que era falsa a acusação e que apagou a publicação, mas que ele havia feito uma captura de tela e que irá entrar com o processo.

Em seguida, o youtuber ainda ressaltou que este tipo de disseminação de fake news não prejudica somente a ele, mas também as crianças que o assistem no seu canal, bem como os funcionários de sua empresa.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!