O youtuber PC Siqueira, que atualmente está sendo investigado por suspeita de envolvimento em pedofilia, após ser exposto nas redes sociais há alguns dias, excluiu o seu canal da plataforma de vídeos YouTube, que foi criado em 2010.

Além disso, o perfil do youtuber no Instagram também foi bloqueado para que não tenha mais novos seguidores na rede social, que conta atualmente com mais de 900 mil seguidores.

Desde a denúncia a respeito do suposto crime cometido por Siqueira, o mesmo desapareceu das redes.

Desde que a notícia veio à tona, PC Siqueira fez uma única publicação nas redes sociais, através de seu Instagram, que foi excluída recentemente.

Diante da revelação que foi feita nos últimos dias a respeito do suposto envolvimento do youtuber com pedofilia, ele passou a receber vários ataques nas redes sociais. A situação toda é em decorrência do vazamento de áudios e imagens comprometedoras de supostas conversas de PC, que foram vistas por internautas.

Todo o material veio à tona após um perfil no Twitter expor conversas que teriam acontecido entre PC Siqueira e um amigo que não foi identificado até o momento.

Devido à grande repercussão do caso nas redes sociais nos últimos dias, a Polícia Civil iniciou uma investigação para avaliar se o conteúdo que foi divulgado como de PC era real e se, de fato, ele havia em sua posse conteúdos contendo pornografia infantil, como teria sido apontado.

De acordo com uma nota que foi enviada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo para o site Notícias da TV, a 4ª Delegacia de Proteção à Pessoa, do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), alegou que está apurando agora a denúncia que foi feita nas redes sociais a respeito do suposto envolvimento de PC Siqueira com pedofilia.

Áudios atribuídos a PC Siqueira

Logo quando os áudios em questão vieram a tona, PC Siqueira declarou através de uma publicação em seu Instagram que a situação tratava-se de uma fake news. Ele apontou ainda que foi pego de surpresa pela situação ao ver o seu nome sendo usado desta forma, no que ele pontuou que seria uma articulação criminosa.

O youtuber ainda se defendeu ao pontuar que estava sendo acusado de algo terrível e que ele jamais havia cometido ou cometeria em sua vida.

Logo no dia seguinte, um novo áudio veio a tona, onde supostamente o youtuber alegava que possuía um traço de pedofilia e assumia que havia ficado de fato excitado ao ver a imagem de uma criança de seis anos de idade nua, que foi enviada para ele pela mãe da própria menina. Após isso, PC Siqueira não voltou mais a se manifestar e sumiu totalmente das redes sociais.

Ao se ver sendo criticado publicamente pelos seus amigos pessoais, o youtuber também optou por bloquear todas as suas redes sociais e por deletar o canal no YouTube que ele vinha cultivando ao longo de 10 anos.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!