O apresentador Marcelo Tas acabou sendo "cancelado" nas redes sociais após participar na última segunda-feira (17) do programa "Roda Viva", da TV Cultura.

Em meio à conversa no programa, o apresentador chegou a falar que não existem humoristas nem na China e nem em Cuba. Devido à declaração no programa, o apresentador passou a ser muito criticado nas redes sociais por internautas pela colocação.

Agora, após toda a polêmica, Tas usou seu perfil no Twitter para rebater as críticas que recebeu pela fala. "Cancelamento é coisa de gente cafona", escreveu o apresentador.

Marcelo Tas é 'cancelado' no Twitter

Novamente, ao falar sobre o assunto, o apresentador fez questão de reafirmar o que havia dito no programa e declarou que os países comunistas que foram citados por ele durante o "Roda Viva" costumam censurar o humor.

Ao mencionar os internautas pelas críticas que foram feitas, Tas ainda explicou que o "Roda Viva" é um palco raro, onde acontece o debate livre na televisão e cutucou os internautas falando que cancelamento é coisa de gente cafona.

As afirmações de Tas, que foi enfático ao criticar o posicionamento político de Marcelo Adnet, fez a web se revoltar com a postura do apresentador. Alguns internautas, ao criticarem a postura de Tas, relembraram que a rede social de entretenimento TikTok, por exemplo, veio da China.

Além disso, aproveitaram também o momento para publicar nas redes sociais alguns perfis de humoristas cubanos, contrariando o que foi dito pelo apresentador no momento. Em seguida, Tas ainda provocou mais os internautas, pedindo que lhe mostrassem humoristas cubanos e chineses para comprovar o fato.

Em seguida, ao republicar a crítica de um jornalista do The Guardian, Tas reafirmou novamente que caso exista humorista na China, ele está no momento preso ou então calado.

Para justificar seu pensamento o apresentador ressaltou que humorista é um selo de qualidade da liberdade de expressão e que caso se conheça algum humorista em atividade no local, criticando o governo chinês, que ele quer ser informado a respeito disso.

Após a situação toda, ao ver que pessoas estariam defendendo Cuba, apontando que o local é um país alegre, ao contrário do que foi dito por Tas no programa, o mesmo novamente resolveu responder às questões e alegou que concordava que o povo cubano é de fato maravilhoso e acolhedor.

No entanto, ele explicou novamente que o seu posicionamento foi a respeito de que não se existe liberdade de expressão em Cuba e que, por isso, não podem existir humoristas no país.

Mesmo que ao longo do programa tenha ocorrido um momento de tensão entre Adnet e Tas, o apresentador fez questão de posteriormente se explicar nas redes sociais, dizendo que a sua admiração pelo humorista aumentou mais após o momento.

Ele se justificou dizendo ainda que, no momento do programa, havia dito apenas a sua opinião de humorista, que é sempre contra o poder, seja ele de esquerda ou direta, e fez questão de elogiar o colega da profissão, dizendo que Adnet é um gênio do humor.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!