Após a expulsão de Ricardo Japinha da banda, o CPM22 anunciou agora a sua nova formação, com o integrante que ocupará a vaga deixada pelo baterista.

Japinha foi acusado em junho deste ano de ter cometido pedofilia. Diante das acusações contra o baterista da banda, a situação tomou grandes proporções com os fãs nas redes sociais, que repudiaram as acusações que vieram à tona. Agora, depois de toda polêmica em torno do baterista, a banda havia optado pelo seu desligamento.

CPM22 anuncia novo nome para a banda

Nesta última quarta-feira (19), poucos dias após ter sido anunciado oficialmente pela banda que o músico deixaria sua posição de baterista, a banda publicou através de seu Instagram oficial uma foto em que aparecem com a sua nova formação, sem Japinha.

Na foto, os músicos aparecem junto com Daniel Siqueira, que agora assume a posição como novo baterista do CPM22, deixada por Japinha.

Além do vocalista da banda, Badauí, os guitarristas Luciano Garcia e Phil Fargnoli, e Siqueira, que assumiu a posição deixada pelo ex-baterista, o CMP22 também conta agora com Ali Zaher em sua composição, visto que Fernando Sanches, em meio ao escândalo que aconteceu com a banda devido às acusações que foram feitas contra Japinha, resolveu deixar a banda.

Nesta sexta-feira (21), a banda vai estar disponibilizando através de todas as plataformas digitais a sua nova música, “Escravos”. Este agora será o primeiro trabalho lançado pela banda com a sua nova formação, sem Ricardo Japinha e sem Fernando Sanches.

O anúncio de que Japinha deixaria a banda foi feito nesta última segunda-feira (17), através das redes sociais da banda, que explicaram a respeito da saída do baterista, após as várias polêmicas que aconteceram desde que as acusações vieram à tona.

Japinha havia sido apenas afastado do CPM22

Desde o início de junho, logo quando as acusações de pedofilia vieram à tona, o baterista foi afastado de suas atividades com a banda.

No entanto, não havia se definido de fato o que aconteceria.

A situação toda aconteceu após uma suposta troca de mensagens que aconteceu em 2012 ser exposta. Na época, o músico estava com 36 anos e conversava com uma garota de 16. Na conversa do baterista com a garota menor de idade, eles conversavam a respeito de namoro e da virgindade da menina.

Depois de toda a polêmica ser divulgada, o músico se pronunciou e admitiu que, de fato, a troca de mensagens entre ele e a menina menor de idade ocorreram na época.

Ao tentar se justificar a respeito do ocorrido em publicações feitas nas redes sociais, Japinha ainda acabou recebendo críticas de uma ex-mulher, por ter exposto a identidade de sua filha, que os dois tiveram, para que ele pudesse conseguir limpar a sua imagem em meio às acusações de pedofilia que estavam sendo feitas contra ele.

A conversa do baterista com a menor de idade foi exposta no Twitter através de um perfil chamado 'Exposed Emo', que publicou as imagens das conversas que ele teve com a garota. O mesmo perfil, inclusive, incentivou que mais pessoas usassem a hashtag #exposed na rede social pra denunciar outros casos semelhantes.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!