A gravidez geralmente é um momento de muita alegria e ansiedade para os casais, que planejam tudo para a chegada do bebê, mas infelizmente, às vezes, nem tudo sai como sonhado pelos pais e pela família. Uma influenciadora digital, que estava grávida de 5 meses, perdeu a vida, assim como seu filho, depois de receber mensagens na internet dizendo que eles morreriam.

Bebê de influencer morreu no domingo

Lary Oliveira, digital influencer que possuía mais de 170 mil seguidores no Instagram, estava muito feliz com a chegada do seu primeiro filho, mas infelizmente perdeu a vida na madrugada desta quinta-feira (24), dias após a morte do seu bebê Hennry.

A informação da morte de Lary e do menino foi comunicada pelo marido da moça, Wellington Tarcísio, que possui mais de 114 mil seguidores no Instagram e é conhecido como Lacostt. No domingo (20), o rapaz fez uma postagem anunciando a morte do filho.

Ele postou diversas fotos da mulher grávida e na legenda disse que quando um bebê morria era porque ele era um anjo que havia fugido do céu. Segundo ele, esse anjo havia escolhido uma mãe, mas Deus acha que não estava na hora deles conhecerem os pais e por isso pede que eles voltem para casa. Ele diz que ama o filho para sempre.

Influencer morreu na madrugada

Wellington voltou ao seu perfil nesta madrugada para informar que a esposa também havia falecido.

Ele disse que estava de luto e que eles tinham muitos planos juntos. O rapaz falou que não bastava enterrar o filho e agora tinha que enterrar também a esposa, chamando-a de minha Gordinha. Ele terminou a publicação dizendo que a ama onde quer que ele estiver.

Um tempo depois, o rapaz fez uma nova postagem em seu perfil, onde falou da luta da esposa e das mensagens que ela recebeu há poucos dias, de uma pessoa dizendo que ela e o bebê morreriam.

Ele postou um vídeo do momento em que descobriram que teriam um menino.

Mensagens direcionadas à digital influencer

Wellington escreveu na legenda que a Mulher havia passado por 46 internações, estando várias vezes na UTI, utilizado cateter, feito fisioterapia e outras coisas, mas que havia vencido tudo.

O rapaz disse que eles estavam felizes com a tão sonhada gravidez e que infelizmente uma pessoa sem alma e sem coração havia jogado olho gordo na mesma.

Ele disse que uma pessoa havia jogado inveja na esposa e desejado mal para ela e para o filho do casal, e infelizmente nenhum dos dois sobreviveu, assim como a pessoa falou na mensagem. Ele ainda alertou que a inveja não é causada pela fama, dinheiro, beleza ou carro, mas sim quando a pessoa é feliz.

O rapaz disse que as pessoas têm inveja de que realiza as suas metas e conquista aos poucos as coisas, com esforço e fé. Ele falou para que as pessoas tomem cuidado ao publicarem a vida em rede social ou mesmo ao contarem para alguém, ou até ao estampar muito no rosto a felicidade.

Segundo Wellington, a inveja não dorme e vem de quem menos se espera. Ele desejou que a esposa descanse em paz e cuide do filho Hennry.

Danny Pacheco, mãe da moça, chegou a fazer uma postagem mostrando uma mensagem de ódio direcionada à filha e ao neto, há sete dias. A mensagem foi enviada para o Instagram de Wellington e dizia: "Eu acho que ela vai morrer, está muito feia. O bebê deve estar morto. Nossa, como pode você jovem com essa doente, que corre o risco de morte toda hora? Meu anjo, deixa ela sozinha lá e vai viver a sua vida, essa menina não merece nada, só a morte vai dar jeito. Os dois vão morrer, você vai ver. De hoje para amanhã".

A mulher chorando dizia que o genro tinha ido até ela em choque com a mensagem e questionou que tipo de ser humano era aquele que desejava aquilo para a sua filha.

Danny ainda disse que tudo que a pessoa estava plantando, ela colheria.

No dia em que o bebê morreu, a mulher postou uma foto segurando a mãe da filha em um hospital e disse que ela estava entubada e sedada, lutando pela vida. Ela escreveu na legenda a luta que a filha já enfrentou pela vida.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!