A versão compacta da novela bíblica "Apocalipse" chega ao fim na noite desta segunda-feira (21). A trama protagonizada por Sergio Marone agradou um grupo e desagradou outros, que acreditam que o apocalipse da Bíblia não seria da forma como a novela retrata, ou simplesmente considera as cenas muito violentas.

No último capítulo de "Apocalipse", Ricardo Montana e seus seguidores sofrerão as consequências de seus atos antes do juízo final. Ferimentos em suas peles, rios e mares transformados em sangue, um terremoto e muito mais aumentará o sofrimento na terra.

Após o período das úlceras passar, Ricardo perderá a paciência com Débora e a matará com uma de suas espadas.

Ele e Stefano planejarão tudo para acabar com os rebeldes, em especial Benjamin e Zoe, que são os que mais o irritam.

Após assassinar o pai, a esposa, alguns aliados e dar ordens para seus soldados aniquilarem o antigo acampamento, matando vários outros rebeldes e prendendo outros, como Susana e Vittorio, Ricardo ainda planejará matar mais gente que não aceitar se curvar diante dele.

O anticristo e o falso profeta chegarão com seus soldados no acampamento do deserto, prontos para matar cada um de seus algozes. Ricardo torturará os dois ao chegar com muita fartura de comida e água para oferecer, já que eles estão sem comer há dias e muitos dos rebeldes já morreram de fome e sede.

O pequeno Davi será seduzido pelo anticristo e vai implorar a mãe que permita que ele pegue um cacho de uvas das mãos de Ricardo.

Sabendo que se o filho pegar, ele será do anticristo, Zoe jogará a bandeja longe.

Ricardo decide matar Zoe e Benjamin, a começar pelo programador. Quando está prestes a cortar a cabeça de Benjamin diante de todos, Jesus volta e impede a ação. Ricardo e Stefano cairão no chão, se contorcendo, enquanto os rebeldes vão desaparecer, sendo arrebatados por Deus.

A partir daí, começa o juízo final. Ricardo, Stefano e Satanás vão direto para o inferno, já que estavam previamente condenados. Os que receberam a marca são todos condenados ao inferno, enquanto os rebeldes, tanto os que sobreviveram até o final, quanto os que morreram de fome ou foram assassinados ao longo da trama, são contemplados com o paraíso.

As cenas finais se resumem em imagens dos arrebatados no início da trama e os sobreviventes à Era do anticristo, todos de branco, com coroas, ao som de uma canção internacional.

Substituta da novela 'Apocalipse'

A partir de terça-feira (22), o horário de "Apocalipse" fica com a reestreia de "Amor Sem Igual", que foi tirada do ar em abril em virtude da paralisação das gravações. A novela terminou de ser gravada há uma semana e ficará no ar até dezembro. Na primeira semana de "Amor Sem Igual", o público assistirá uma versão compacta com um resumo dos capítulos que foram exibidos de dezembro a abril deste ano.

Para quem não se recorda, "Amor Sem Igual" conta a história de Angélica, que usa o nome de guerra de Poderosa.

A moça sempre viveu sem qualquer estrutura e precisou se tornar garota de programa para conseguir ter onde viver e se alimentar. Com a história de Poderosa, o submundo da prostituição acabou sendo melhor entendido, já que as mulheres não se tornam garotas de programa porque querem, mas sim por necessidade ou ameaça. Furacão, com um filho para sustentar e amiga de Poderosa, é um caso comum de mulheres nessa condição.

Poderosa é filha de um empresário muito rico, que só quer encontrá-la a fim de conseguir um rim compatível, já que sua condição de saúde pode levá-lo a morte em qualquer momento. Tobias, seu filho, mais ganancioso que ele, quer matar a irmã para ficar com a empresa do pai.

Poderosa já descobriu quem é seu pai e está disposta a se vingar dele, do irmão e de todos que lhe fizeram maldades no passado.

A vingança da Poderosa começa a ser exibida dia 28 de setembro, quando a Record TV mostrará capítulos inéditos de "Amor Sem Igual".

Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Religião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!