A cantora Wanessa Camargo, de 37 anos, tem estado mais ativa nas redes sociais após o início da pandemia e, recentemente, tirou uma canção da gaveta que foi composta de forma pra lá de pessoal: “Lábios de Navalha”. A música, que foi lançada pela cantora em agosto, fala de um tema forte, “relacionamentos abusivos”. Para a canção, a artista gravou em meio à pandemia um videoclipe intimista com várias mulheres.

“Lábios de Navalha” já havia sido composta há alguns anos, contudo, a cantora decidiu gravá-la somente agora, devido ao aumento dos casos de violência doméstica no Brasil. “É muito pessoal”, disse Wanessa Camargo ao falar sobre a música.

A famosa conta que fala sobre relações abusivas ela não enfrentou apenas uma, mas várias. “Escrevi essa música em 2015”, disse a artista, afirmando que até o momento a obra “estava guardada”.

Wanessa Camargo achava a canção forte

Ainda ao falar sobre a música, Wanessa contou que, na época em que a compôs, achava que a letra havia ficado “muito forte”, no entanto, neste ano ela percebeu que “era o momento de lançar”. Em uma entrevista concedida através de uma ligação telefônica, ela questionou “por que não falar disso agora?”.

Cantora lembra relacionamentos abusivos

Aproveitando o tema da música, a cantora falou com lucidez sobre a época em que teve que enfrentar relacionamentos abusivos, no entanto, afirma não se considerar uma vítima.

A cantora contou que, quando se vive uma relação abusiva, não adianta quando a amiga, mãe, pai ou psicólogo fala. Wanessa diz que, para que a pessoa se liberte, ela precisa de muito “amor-próprio”. “Não sou vítima”, afirmou a artista, ressaltando que ela mesma se colocou naquele lugar. Além disso, segundo a cantora, quando alguém lhe faz mal, “é você que permite”, por isso ela afirma que foi “permissiva”, “sem amor-próprio” e “insegura”.

“Estava fraca”, afirmou.

Wanessa Camargo é casada desde 2007 com Marcus Buaiz, e é mãe de dois filhos com o empresário, José Marcus, de 8 anos, e João Francisco, de 6. A cantora contou ainda em entrevista que pretende continuar levantando algumas bandeiras que, segundo a artista, não têm nenhuma relação com seu posicionamento político.

Ela diz se considerar “humanista”, e afirma lutar “pelo ser humano”. Além disso, também diz lutar contra a desigualdade de classes e gêneros, afirmando que todos merecem ser felizes e se sentirem amados.

Wanessa vê redes sociais como ferramenta de trabalho

Ainda segundo a artista, que é seguida por mais de 3 milhões de pessoas nas redes sociais, ela vê as plataformas sociais como uma ferramenta de trabalho. Vale lembrar que, recentemente, a cantora já havia usado sua rede social para divulgar o documentário feito em homenagem aos seus 20 anos de carreira, “W.Doc”.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!