O apresentador José Luiz Datena, contratado da TV Band, necessitou ser internado às pressas no Hospital Sírio-Libânes, localizado na capital paulista, durante este domingo (25). O fato aconteceu após Datena passar mal devido a dores no peito, necessitando que fosse submetido a um procedimento cirúrgico.

Em sua conta oficial nas redes sociais, o apresentador decidiu tranquilizar seus fãs e seguidores, afirmando que havia saído do centro cirúrgico após realizar a entrada no Hospital Sírio-libanês devido às dores no peito. "Hoje eu dei entrada no Hospital Sírio Libanês com algumas dores no peito, passei por procedimentos, agora há pouco já saí do centro cirúrgico e estou em plena recuperação", disse.

Datena informou, ainda, que estava em plena recuperação, esperando que, logo mais, possa estar novamente junto de seus seguidores. Finalizando, o apresentador agradeceu todo o carinho que estava recebendo nas redes sociais.

Através de seu Instagram, Datena gravou um vídeo, onde ressaltava sua luta contra diversos tipos de doenças há tempos, agradecendo a Deus e aos homens influenciados por ele por ter vencido as batalhas.

O site Notícias da TV questionou a emissora Band sobre a possível pessoa que irá assumir o comando do programa "Brasil Urgente", que até então era apresentado por Datena. Até o momento, não houve retornos sobre a indagação.

Doria discute com Datena sobre Coronavac

Recentemente, o atual governador do estado de São Paulo, João Doria e o apresentador do programa "Brasil Urgente", José Luiz Datena, entraram em uma discussão durante uma entrevista na emissora Bandeirantes.

Enquanto ambos debatiam sobre o isolamento social ocasionado pelo novo coronavírus, Datena questionou o porquê de Doria afirmar que “o pior já passou”, enquanto entrava em uma briga pela vacina. João Doria, então, retrucou o jornalista, afirmando que Datena não era médico para poder discutir sobre o assunto, dizendo para deixar a questão para os especialistas do Centro de Contingência do Coronavírus, localizado em São Paulo.

De acordo com o político, o total de 20 médicos especialistas, atualmente, estão cuidando do assunto, não sendo uma determinação dos dois ficarem falando sobre o fato. João Doria disse, ainda, que segue as orientações de tais médicos.

Datena, então, retrucou o governador, afirmando que o mesmo também não é médico e apontando que, durante as últimas 24h, havia falecido o total de 111 pessoas por conta do coronavírus em São Paulo.

Datena ressaltou que países como França e Espanha estão fechando o país e que, em São Paulo, ainda está em fase amarela.

Durante o programa, Doria repetiu novamente que o atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, está cometendo uma “atitude criminosa” ao realizar o veto da compra das doses da vacina chinesa CoronaVac. De acordo com o governador, caso Bolsonaro confirme que, mesmo com a comprovação de Anvisa, ele irá negar o acesso à vacina, será uma atitude criminosa por parte do presidente, com o mesmo podendo responder no Tribunal de Justiça por negar a vacina que poderá salvar a vida dos brasileiros.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!