O cantor Michel Teló está invicto no “The Voice Brasil” há cinco anos, desde que entrou para o time de técnicos do programa da Rede Globo.

O segredo para os cinco anos vencendo o programa, adotado pelo sertanejo, é de escalar um time de cantores que façam com que a audiência do programa vá às lágrimas e, com isso, se emocione com os seus escolhidos fazendo com que eles permaneçam no programa.

Além disso, durante as audições às cegas, quando o cantor fica com os olhos cheio de lágrimas, ele entende que esta reação involuntária de seu corpo com a situação é um sinal de que ele deve lutar para conseguir o candidato em questão, para que, consequentemente, ele vá para o seu time ao invés do time dos outros técnicos.

O cantor agora promete que esta técnica que vem sendo usada por ele será novamente utilizada na nova temporada do programa. Nesta quinta-feira (15), o cantor voltará com tudo usando a tática para garantir o seu sexto ano de vitória.

Michel Teló está há cinco anos invicto no 'The Voice Brasil'

Em uma declaração dada por Teló antes da estreia da nova temporada do “The Voice Brasil” na Rede Globo, o cantor garantiu que busca sempre em seus candidatos emoção, arrepio e a voz que faz com que embargue a sua garganta e encha seus olhos de lágrimas de emoção ao ouvi-la.

Ele ainda esclarece que, juntamente com esta parte, avaliar a parte técnica dos candidatos acaba se tornando algo automático de se acontecer.

De acordo com o sertanejo, ele está sempre em busca de um time forte, com candidatos que ele acredita que possam somar na carreira deles e assim ajudá-los de alguma forma.

O programa está em sua nona temporada e será marcado pelo retorno do cantor Carlinhos Brown para o time de técnicos que irão avaliar os cantores que passarão pelo palco do reality musical.

O cantor havia participado da atração desde o seu ano de estreia, no entanto, se afastou dela na última temporada devido à chegada de Iza para o time dos técnicos.

Quem deixou essa temporada do programa, no entanto, foi a cantora Ivete Sangalo, que ficou somente três anos fazendo parte do júri do reality show musical da Globo.

O cantor baiano, acostumado a levantar o público que acompanha as gravações do reality com seu grito de “ajayô", não contará com público neste ano, devido às medidas de segurança que estão sendo adotadas pela produção do programa da Rede Globo em decorrência da pandemia da Covd-19 no Brasil que ainda permanece com mortes em alta.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!