O sertanejo Edson, que faz dupla com Hudson, sofre com a Covid-19 desde a semana passada, quando foi internado em um hospital privado de Indaiatuba, no interior de São Paulo, na quarta-feira (3). Nesta segunda-feira (8), o cantor teve uma piora em seu estado de saúde e teve que ser transferido para uma UTI em são Paulo.

A assessoria de imprensa da dupla comunicou em nota que Edson está respirando sem a ajuda de aparelhos e que seu quadro é estável. Ele permanecerá em tratamento intensivo no Hospital da Rede D’Or São Luiz.

Na noite de sábado (6) foi divulgado um boletim que comunicava que o cantor estava no Hospital Santa Ignês e estava reagindo positivamente ao tratamento contra o coronavírus.

A assessoria de imprensa não confirmou exatamente quando foi que o sertanejo se contaminou com o vírus. Também não foram especificados detalhes acerca dos sintomas que ele apresenta. A assessoria se limitou a dizer que o tratamento do sertanejo foi iniciado em sua residência, porém, posteriormente precisou de ajuda médica.

A nota dizia que Edson apresentou sintomas leves da doença e que foi devidamente atendido em casa, conforme as orientações, e, após a evolução do quadro, foi até o hospital receber os devidos cuidados.

A assessoria também informou que a esposa de Edson e uma de suas filhas que residem com eles não foram infectadas com o coronavírus. Também tranquilizou aos fãs ao dizer que Hudson, parceiro de Edson, está bem e não foi infectado.

Segundo informações do portal G1, até a noite desta segunda-feira, Indaiatuba, local onde o sertanejo se encontra internado, registrou 15.384 casos de infecção e 368 óbitos.

Covid-19: média móvel de mortes continua alta

A situação do coronavírus no Brasil ainda é alarmante. Segundo dados divulgados pelo consórcio de veículos de imprensa até às 20h desta segunda-feira, o Brasil contabilizou 1.114 óbitos pela doença nas últimas 24 horas.

No total são 266.614 mortes. A média móvel de mortes por Covid-19 no país está alta: nos últimos 7 dias, foram registrados 1.540 óbitos.

Na terça-feira (2) o país registrou um recorde de 1.274 mortes. Na quarta (3), foram 1.332; na quinta (4), 1.361; na sexta (5), 1.423; no sábado (6), 1.455; e no domingo (7), 1.497 mortes.

Os estados que apresentaram alta no número de casos de Covid-19 foram, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Mato Grosso, Bahia, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Sergipe, Tocantins, Roraima, Amapá, Alagoas, Piauí, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Acre. Cinco estados do país estão em estabilidade: Minas Gerais, Paraná, Espirito Santo, Paraná, Roraima e Pernambuco. Os estados do Rio de Janeiro e o Amazonas apresentaram quedas.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!