O Covid-19 continua ceifando milhares de vítimas no Brasil e no mundo. No último domingo (7), o meio artístico perdeu mais um grande ator para a doença. Morreu, aos 39 anos, o humorista Kleber Lopes, que trabalhava no programa "A Praça é Nossa", do SBT.

Kleber Lopes perde a luta para a Covid-19

O SBT, emissora de Sílvio Santos, confirmou e lamentou a morte do colaborador dizendo que prestava solidariedade à família e aos amigos do ator e desejava que Deus confortasse a todos. Kleber foi internado em um hospital de Urgência em Guarulhos, São Paulo, no sábado (6), após ter uma piora em seu quadro de saúde, devido ao diagnóstico para o novo coronavírus e já apresentava 80% dos pulmões comprometidos.

Segundo o SBT, o ator sofreu uma parada cardíaca devido à doença e não resistiu. O corpo do humorista foi enterrado ainda no domingo, no Cemitério Vila Rio, sem direito a cerimônia para despedida, seguindo os protocolos para a doença no Brasil.

Família do humorista está com Covid-19

Clayton Lopes, irmão do humorista, fez uma homenagem ao artista e disse que ele era uma pessoa alegre e brincalhona e que deve estar fazendo bagunça no céu. O rapaz disse que ficou surpreso com as inúmeras mensagens que tem recebido de amigos do mesmo lamentando a sua morte.

Segundo Clayton, seus pais estão muito abalados e eles estão precisando ser muito fortes para superar esse momento difícil, visto que todos eles também estão em tratamento contra o vírus.

Ele contou que o humorista pegou o vírus e, como estava sem sintomas, acabou contaminando os pais, ele e sua esposa. Clayton revelou que a família está bem, apenas com um pouco de dor no peito e tosse.

Segundo o irmão do ator, o humorista estava há uma semana se cuidando, mas na quarta-feira começou a apresentar muita tosse.

No sábado, o artista já deu entrada na unidade de saúde em estado grave, com um dos pulmões comprometido em 80% e o outro 50%. Na madrugada de domingo, Kleber teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Carreira do humorista Kleber Lopes

O ator Kleber Lopes começou sua carreira no SBT no ano de 2000, fazendo parte do balé da emissora e atuando em muitas atrações de música e eventos.

Na mesma ocasião, começou a se apresentar no "A Praça é Nossa", iniciando o programa com um número de dança. Com o passar do tempo, ele começou a fazer parte de figurações e elenco de apoio.

No ano de 2016, o rapaz recebeu a oportunidade de ter seu primeiro personagem fixo, o Ricky Marcos, inspirado no cantor Ricky Martin, de Porto Rico. Nos próximos anos, ele ganhou espaço e com papel ao lado de Andréa de Nóbrega, no quadro "A Nova Rica", onde fazia o Gigi.

Nesta segunda-feira (8), o apresentador Carlos Alberto de Nóbrega, que também lutou contra a Covid-19, fez uma publicação homenageando o colega de programa. Carlos Alberto disse que se sentia com dever cumprido ao pensar que o amigo tinha ingressado como bailarino na Praça pelas suas mãos, e passado pelo elenco de apoio até conquistar o próprio quadro.

Ele relembrou que o ator realizou a coreografia da festa mais linda de sua vida, que foi a dos 15 anos de Maria Fernanda e João Victor, seus filhos. Carlos Alberto desejou que Deus conforte a mãe do humorista, que mostrava com orgulho fotos do filho para os clientes e agradeceu por ter tido a oportunidade de conhecê-lo.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!