Uma tentativa de assalto a um salão de beleza na cidade de Castanhal, no Pará, acabou frustrada, graças à reação da proprietária do estabelecimento.

Participaram do #Crime uma jovem que aparenta não ter mais de 18 anos e um homem. O rapaz conseguiu fugir antes da chegada dos agentes. Já a menina entrou em luta corporal com a comerciante e acabou levando a pior.

Várias pessoas acompanharam do lado de fora os desdobramentos do caso, até a chegada da polícia. Muitos populares filmaram a suspeita, que estava com o braço sujo de sangue por conta de um ferimento a faca.

O local onde houve a ocorrência é conhecido como Salão da Nanda e fica na Rua Coronel Leal.

Publicidade
Publicidade

Quem conta como tudo aconteceu é a dona do salão. Em um primeiro depoimento aos policiais que foram atender a ocorrência, a comerciante explicou que a garota foi mais cedo em seu comércio perguntar sobre um procedimento de beleza para o cabelo.

“Eu disse que não daria para fazer pois estava com outros clientes. Mas ali já fiquei desconfiada”.

A garota então voltou minutos depois anunciando o assalto e dizendo que estava armada. “Eu peguei a bolsa dela e tirei a faca. Aí ela entrou em luta comigo e se cortou”, detalhou a vítima.

O homem que estava junto com a jovem, quando percebeu que houve a reação, achou melhor fugir. Ele estava com uma calça social e uma camisa lilás, segundo a descrição da vítima.

Depois de conseguir tirar a faca das suspeita, a cabeleireira então trancou a menina dentro do salão e chamou a polícia.

Publicidade

Após a chegada dos policiais a garota não negou as acusações. Antes também não disse nenhuma palavra, como pode ser visto nos vídeos gravados por moradores próximos.

Um dos que filmaram a suspeita fez questão de focar sua face. “Vira aqui tua cara que tu vai sair no noticiário hoje”, diz ele.

E completa em ar de reprovação: “Rapaz, uma menina tão bonita. Tem tanta maneira de ganhar dinheiro”.

Ainda segundo testemunhas, o casal teria praticado outros roubos nas redondezas. O nome de ambos não foi divulgado. Também não foi informado se a garota foi detida.

#Investigação Criminal