Não há mal nenhum em prolongar aqueles minutinhos na cama após o despertador tocar, ou passar o fim de semana vestido com o pijama e deitado a maior parte do tempo. Esses momentos de descanso são, na maioria das vezes, até aconselháveis para manter a sua vida mais saudável. Porém, quando a vontade de permanecer na cama se torna exagerada e constante, você pode estar sofrendo de um distúrbio difícil de ser diagnosticado: a clinomania.

Clinomania é uma doença caracterizada pelo desejo constante do paciente em ficar deitado, na posição horizontal, dormindo ou não. O problema é de difícil detecção, visto que, frequentemente, pode ser confundido com depressão ou com a velha preguiça.

Publicidade
Publicidade

Segundo especialistas, o diagnóstico da doença, geralmente, é feito por exclusão, após serem descartadas as doenças orgânicas, como a depressão e a síndrome da fadiga crônica.

Ao contrário das doenças orgânicas, em que o paciente sente-se mal por ficar deitado por muito tempo, o clinomaníaco sente um grande prazer em permanecer deitado por um longo período, podendo ficar assim, por dias. Apesar desta distinção, a clinomania pode vir acompanhada de outras doenças com sintomas parecidos, por isso, o diagnóstico do distúrbio deve ser feito com muito cuidado.

A clinomania pode atingir pessoas de todas as idades, mas, devido à alteração hormonal sofrida todos os meses, mulheres entre 20 e 40 anos, são mais susceptíveis a apresentarem a doença ao longo da vida. Além delas, idosos também podem apresentar o distúrbio com maior facilidade.

Publicidade

Apesar do diagnóstico ser difícil e dos males que o distúrbio pode causar, a cura para a clinomania, geralmente, é simples. O auxílio de um psicólogo, de um psiquiatra ou de um médico especialista em distúrbios do sono são suficientes para a maioria dos pacientes. Raramente serão necessários medicamentos para tratar a doença. A prática de exercícios físicos é um bom exemplo de tratamento empregado.

Apesar de ser uma boa desculpa, pense bem antes de sair por aí justificando aquela preguiça como a clinomania, pode ser que te receitem alguns quilômetros de caminhada como remédio. #Saúde