Em Curitiba, no Paraná, uma cena exclusiva foi filmada por uma participante que estava em um julgamento, e o ator da cena foi o famoso advogado paranaense, Amauri Santos da Silva Junior. Conhecido como “Doutor Ninja”, o advogado curitibano fez uma interpretação inusitada: terá sido o 1.º salto mortal do mundo na frente dos jurados. O advogado, que estava defendendo a vítima, apelou para mostrar que a mesma era inocente, mas a forma como ele fez isso foi muito hilária, e o vídeo tomou uma proporção gigante nas redes sociais e dentro do mundo jurídico.

No vídeo, o advogado está juntamente com um amigo de trabalho defendendo uma vitima de acusação de homicídio; na tese deles, a vítima só estava acompanhando o assassino.

Publicidade
Publicidade

Amauri dá um mortal de costas, cai de pé e pergunta: “Se isso aqui fosse #Crime e meu sócio não soubesse, ele iria ter que ser punido também?” A estratégia era fazer uma demonstração inocente, mas o que ele conseguiu foi só criar polêmica pelo ato, não entendido por muitos no local.

Após essa cena inusitada, o que aconteceu depois foi mais entranho ainda: o veículo de Amauri, um fusca ano 73, foi incendiado em frente a seu escritório, e se encontra abandonado no lugar. Segundo ele, o carro vai ficar no local até que o responsável pague pelo que fez e o lhe dê outro.

O maior problema é que a vizinhança está incomodada com o veículo abandonado no local, mas o advogado insiste em deixar o veículo lá até que o problema seja resolvido judicialmente.

Amauri desconfia que a repercussão da cena no mundo jurídico despertou “inveja” entre os colegas de trabalho, e afirma que já sabe quem foi que fez o ato, e consequentemente está tomando suas providências na #Justiça.

Publicidade

Entretanto, os moradores insistem que o advogado deve retirar o veículo do local, mas ainda nada foi feito.

O caso foi para a Justiça e ainda não se sabe qual a decisão que será tomada; todos o que passam no local não entendem nada, sendo que o caso foi parar na #Televisão depois do vídeo se tornar viral na internet.