Alicia Bromfield, #Professora substituta e funcionária permanente de 28 anos de idade, divorciada, do estado americano da Flórida, foi presa por policiais de Orlando sob as acusações de #sexo ilícito com menor e corrupção de menor. Segundo os policias, a professora da escola The Crenshaw School, particular, levou um aluno de 16 anos para o apartamento dela, no dia 14 de outubro, embriagou-o com vodca e fez sexo com ele, depois, levando-o de carro para a casa dele no dia seguinte, por volta das 5h da manhã.

Ainda segundo as autoridades, ela já tinha trocado mensagens inapropriadas e fotos removendo peças de roupa com o mesmo estudante no começo do mês.

Publicidade
Publicidade

No dia 14, quando ela perguntou se poderia buscá-lo na casa dele, ele respondeu que sim.  

Como a escola em que ela dava aulas, mesmo sendo privada, participava do programa de bolsas estadual, ela era obrigada a realizar uma investigação de antecedentes de todos funcionários que trabalhassem diretamente com os estudantes. Ainda não foi confirmado se Bromfield, parente do dono da escola, foi devidamente investigada. De qualquer jeito, a medida provavelmente, teria sido inócua nesse caso específico, pois a polícia informa que ela não parece ter antecedentes criminais.

A Sargento Tami Edwards, da Special Victims Unity (Unidade de Vítimas Especiais) do Departamento de Polícia de Orlando disse que há a preocupação de que a professora tenha praticado atividades ilícitas com outros estudantes – “esta preocupação sempre existe”, disse ela --, mas a polícia, que está no começo da investigação, ainda não tem informações quanto a outras vítimas.

Publicidade

A professora, segundo a polícia, contou sobre o relacionamento a colegas, que informaram à escola, que informou o DCF (Departamento de Famílias e Crianças), que, por sua vez, comunicou o caso à polícia, que efetuou a prisão.

O estudante teve aulas com Broomfield pelo menos duas vezes em agosto, antes que a professora fosse transferida para a recepção. “Convenções sociais à parte”, diz a sargento Edwards, “há sempre uma forma de manipulação em ação. Afinal de contas, ela tem 28 anos, ele, 16. A diferença de idade é considerável.” #Polêmica