A #Moda é, segundo o dicionário, uma tendência, uma forma de se vestir, modo, costume, vontade. Ela é momentânea. Dizem que ela surgiu em meados do século XV, no início do renascimento europeu. A palavra moda significa costume e provém do latim modus. A variação da característica das vestimentas surgiu para diferenciar o que antes era igual, usava-se um estilo de roupa desde a infância até a morte.

A partir da Idade Média, as roupas eram diferentes, seguindo um padrão que aumentava segundo a classe social, houve até leis que restringiam tecidos e cores somente aos nobres.

A burguesia, que não era nobre, mas era rica, passou a imitar o estilo nobre das roupas, iniciando um processo de grande trabalho aos costureiros que, a partir de então, eram obrigados a produzir diferentes estilos para diferenciar os nobres dos burgueses.

Publicidade
Publicidade

Hoje em dia, a moda não está presente apenas na vida dos nobres, ou modelos famosas e artistas de televisão. Vários populares também desfilam sua elegância sem se importar com a opinião alheia. Quanto mais o tempo passa, mais inovações vemos no mundo da moda, pois o brega, que era visto como algo totalmente fora de cogitação, hoje já pode ser considerado como uma opção de look em determinadas ocasiões. O duro é que as vezes as pessoas exageram um pouco.

Eis aqui um belo exemplar da moda no mundo moderno. Um body cor de rosa de manga longa vestiu super bem esse senhor da foto.

Estas sandálias do tempo de Jesus estão fazendo um impressionante sucesso nos dias de hoje. O duro é que o mindinho sempre fica para fora.

Confesso que ainda não descobri que roupa é essa que este rapaz está usando.

Publicidade

Com certeza a vendedora lhe disse que ficou ótimo esse short com uns 12 números a menos que o adequado. Mas, na minha opinião, ele está prestes a explodir.

Hoje com certeza tem festa com o maridão.

Achei um pouco inadequado para ir ao supermercado.

Pode ser que a intenção tenha sido mostrar a Hello Kitty. Por isso a calça transparente.

Nessa foto podemos ver claramente que ficou sobrando algo por baixo do vestido. Talvez precise de mais pano.

Ainda estou contando quantos seios possui essa mulher. Essa pode tranquilamente alimentar uma creche que ainda sobra boa quantidade de leite.

Novamente podemos conferir um modelito que não combina muito com a ida ao supermercado. Essa prática deve ser alguma espécie de fetiche bizarro.

Essa mulher encontrou o biquininho que usava em seus tempos de solteira na década de 90 e resolveu arriscar. Acredito que ela deva comprar um novo com alguns números a mais.

Outro modelito sem noção para se fazer compras.

Já esse outro senhor decidiu pelo conforto ao se vestir.

A única coisa que posso dizer no momento é que essa imagem acabou com o meu dia e me fez repensar se vale mesmo a pena pagar a fortuna que estou pagando de internet todo mês.

#Comportamento #Humor