Um morador de Palmas, no Tocantins, o analista técnico Ricardo Brandão, teve que tomar uma medida arriscada e de emergência por causa da falta de combustíveis nos postos por conta da greve dos caminhoneiros. Em um ato de desespero, ele colocou álcool de cozinha no tanque do carro, álcool do tipo que se pode encontrar na farmácia ou em supermercados, como tentativa para chegar até o posto mais próximo.

Depois de colocar o álcool doméstico no tanque, Brandão conseguiu chegar até o posto mais próximo. Porém, para seu azar, descobriu que o estabelecimento já estava sem combustíveis para vender.

Afinal de contas, é prejudicial jogar álcool de cozinha no tanque do carro?

Para o engenheiro e professor da Universidade Federal do Tocantins Alex Vilarindo, o recurso usado pelo morador teria sido muito arriscado, pois usar este tipo de álcool doméstico no carro pode ser perigoso. Isso porque na composição desse tipo de produto existe uma quantidade relativa de água, o que pode vir a provocar danos no motor do veículo.

Segundo ele, é como se a pessoa estivesse usando combustível adulterado. Para o especialista, mesmo que seja uma opção atraente de emergência, que este tipo de álcool seja de fácil combustão e que funcione em carros, pode ser algo muito arriscado.

O mesmo serve para quem decide querer usar bebidas alcoólicas no tanque do carro, pois são líquidos que podem sujar mangueiras e todo o tanque do veículo, o que pode causar uma batida no pino do motor.

Mas e se for preciso usar álcool em caso de extrema emergência?

Mesmo que não seja uma opção segura, caso a pessoa precise usar produtos alternativos como combustível em casos de extrema emergência, ela precisará tomar algumas precauções, como ,por exemplo, não sair por aí colocando qualquer tipo de produto em seu carro.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Curiosidades Governo

É importante prestar atenção na porcentagem de álcool puro no rotulo do produto, este que se localiza na graduação °GL (Gay-Lussac). Ou seja, o ideal no caso, seria o que indica 90° GL. Nas farmácias, geralmente estão à venda os produtos que variam entre 70° GL e 96° GL, ou seja, é preciso ler bem cada rótulo e, em caso de dúvidas, o melhor mesmo é não usar.

Pode usar bebida alcoólica para abastecer o carro?

Com a crise dos postos de combustíveis, surgiram muitos vídeos na internet, no WhatsApp e em outras redes sociais de pessoas que resolveram abastecer seus automóveis e motocicletas com bebidas alcoólicas.

Uma prática que não é recomendada, já que como já foi explicado antes, essas bebidas possuem muita água e outros componentes em sua composição, sendo seu percentual de apenas 50° GL normalmente.

O álcool vendido em farmácia e supermercado, que contém apenas 54° GL por medida de segurança, não foi feito para ser usado em veículos. Por isso, pense duas vezes antes de usá-los para este fim. Ou seja, ele só deve ser usado se houver mesmo um caso de extrema emergência e se não houver mesmo outras opções mais seguras.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo