Dados levantados pelo portal G1 e divulgados nesta segunda-feira (13) revelaram que o número de homicídios no Brasil nos três primeiros meses de 2019 teve uma queda de 24% em relação ao mesmo período do ano passado. O portal usou como base para seu levantamento dados de oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal. Não há registros apenas do estado do Paraná, que não tem o costume de divulgar seus dados oficiais.

De acordo com o levantamento do G1 ocorreram no Brasil –sem contar o estado do Paraná– 10.324 mortes violentas no país entre janeiro e março deste ano.

Foram 3.228 mortes a menos que nos três primeiros meses do ano passado, quando houve13.552 mortes violentas. Todos os estados da federação, além do Distrito Federal, apresentaram queda em relação ao número de mortes se comparados ao não passado.

Ceará tem queda de 56%

Os estados do Ceará, Amapá, Sergipe e Rio Grande do Norte foram onde a redução se apresentou de forma mais acentuada, com 30% a menos de mortes violentas. Em números absolutos, o Ceará foi o que teve a maior queda, com 691 casos a menos se comparado com o primeiro trimestre de 2018.

Foram 546 assassinatos contra 1.237 nos três primeiros meses de 2018, o que configura uma queda de 56%.

Por outro lado, o estado que apresentou a menor taxa de queda foi o Mato Grosso do Sul, com apenas 3%.

No estado de São Paulo, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), no primeiro trimestre deste ano, entre vítimas de homicídio doloso (com a intenção de matar) e latrocínio (roubo seguido de morte), foi de 795 pessoas mortas. No mesmo período do ano passado, foram 870 vítimas seja de homicídio doloso quanto de latrocínios.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia

O que levou a essa redução

O diretor-presidente do FBSP Renato Sérgio de Lima e o pesquisador do NEV-USP Bruno Paes Manso apontam alguns fatores que eles acreditam que provocaram essa queda no número de homicídios no país.

Dentre as causas citadas está a diminuição da tensão nos presídios, após os massacres ocorridos em 2017. Ainda segundo os especialistas, essas crises nos presídios fizeram com que governos estaduais passassem a atuar diretamente nas cadeias de comando das prisões, fazendo com que as lideranças ficassem mais vulneráveis a ações do estado.

Outra causa para a redução dos homicídios, segundo os especialistas, foi o compartilhamento de políticas públicas entre todas as esferas, a execução de programas estaduais de redução de violência e a criação do sistema único de segurança pública. Para eles, a pressão da opinião pública também ajudou na redução, fazendo com que os problemas fossem bem diagnosticados e enfrentados com maior inteligência e estratégia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo