Circula na internet um vídeo onde um chimpanzé aparece fumando um cigarro em um santuário para primatas na cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo. Na gravação, um homem aparece na imagem conversando com outros rapazes enquanto o primata aparece com um cigarro aceso na boca.

“Dá uns tragos, brother", diz o homem. "Fumando um aqui com o brother”, continua o rapaz, enquanto os demais acham graça da situação e riem. Depois, o homem filma o próprio rosto e acha graça no fato do animal ter supostamente se queimado com a bituca.

"Ah lá, queimou o beiço", diz em meio a gargalhadas.

Em nota enviada ao portal G1, a administração do santuário disse que o rapaz que aparece nas imagens não faz parte de seu quadro de funcionários e que está apurando o ocorrido, inclusive tomando medidas legais.

O santuário onde vive o chimpanzé fica em uma zona rural de Sorocaba rodeada de chácaras. A administração acredita que os rapazes podem ter tido acesso ao local onde ficam os Animais por meio de um desses imóveis. O G1 tentou fazer contato com o rapaz que aparece na imagem, mas ele não deu retorno.

Em novembro de 2011 a cidade já havia sido notícia em outro caso envolvendo macacos. Na ocasião, um homem embriagado decidiu invadir uma ilha onde ficam os primatas no Zoológico Quinzinho de Barros. Ele foi atacado pelos bichos, que não gostaram da visita, levando várias mordidas no braço. Ele chegou a lutar com um dos macacos, que ficou com um olho inchado. Ferido, o homem foi levado para um hospital e fugiu logo depois de ser atendido.

Luisa Mell fica revoltada com o caso

Conhecida por seu ativismo em defesa dos animais, Luisa Mell se manifestou nesta terça-feira (20) sobre o vídeo em que mostra o primata sendo induzido a fumar.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia Animais

Somente em seu Instagram, a imagem teve mais de 500 mil visualizações.

Na postagem ela lembrou que esses animais, ameaçados de extinção, vieram de zoológicos e circos e foram vítimas de maus tratos. “Deixem os animais em paz! Babacas pagarão pelos crimes cometidos”, escreveu a ativista, referindo-se aos rapazes como criminosos.

O santuário é onde atualmente vive o chimpanzé Black, que recentemente foi alvo de uma disputa judicial. Anteriormente ele ficava no zoológico Quinzinho de Barros, mas teve sua transferência determinada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

A falta de convívio com a espécie foi um dos argumentos do pedido de transferência. Os defensores de sua permanência no zoo argumentavam que os prejuízos ao animal seriam bem maiores no novo local do que os possíveis benefícios que ele pudesse ter.

Edmundo teve problemas ao 'dar cerveja' para macaco

Em 1999, o então jogador do Vasco Edmundo se envolveu em uma polêmica envolvendo primatas. Para a festa de aniversário do filho, o vascaíno havia contratado um circo e durante a celebração o atacante apareceu em um vídeo onde dava para um macaco o que seria um copo de cerveja.

O Ibama não gostou da atitude do atleta e chamou-o para prestar esclarecimentos sobre o fato. Ele negou que tivesse dado bebida alcoólica para o animal e se livrou de levar uma multa.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo