Ana Manoella Pereira Capela dos Anjos, de apenas dois anos de idade, morreu nesta segunda-feira (13) após entrar em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade de Santos, no litoral de SP. A criança estava com diarreia, e a mãe, tomando ciência do fato, logo levou a menina para o pronto-socorro.

De acordo com as informações emitidas pelos familiares da garota, ela chegou até o hospital brincando e correndo. No entanto, tempos depois, receberam a notícia que a menina havia falecido.

Clécio Pereira Capella, tio da garota, ressaltou que menina estava evacuando apenas líquido, não conseguindo ingerir nenhum tipo de comida.

Quando chegou às 19h, a menina foi até a UPA, sendo encaminhada para receber soro fisiológico. Ainda de acordo com o tio de criança, os médicos que se encontraram no local não conseguiram achar as veias presentes nos braços da menina, optando por perfurar o pescoço da mesma.

De acordo com Clécio, na mesma hora do ocorrido, Manoella começou a vomitar sangue, sendo retirada dos braços de sua mãe e levada até a emergência do local. Tempos depois, foi dado a notícia que a criança havia morrido.

A mãe de Ana, Clécia Pereira Capela ainda ressaltou que sua filha sempre foi uma menina saudável, brincando como uma criança normal antes de apresentar diarreia. [VIDEO]

A mãe ainda diz que não sabe explicar o que realmente aconteceu, dizendo que levou a jovem até o médico pelo fato da mesma não estar comendo nada.

Continuando, ela ainda afirma que Manoella nunca tinha tido nada e, quando furaram seu pescoço para poder dar a injeção, a menina começou a vomitar sangue, sendo retirada de seus braços. No momento,perguntaram se Ana havia passado mal antes, sendo respondido que a mesma estava apenas sem comer. A mãe ainda ressalta que a menina entrou no hospital brincando, saindo morta do local, sem ninguém dizer sobre o que realmente aconteceu.

Outro Lado

O portal UOL tentou entrar em contato com o médico que atendeu Ana Manoella, no entanto, não teve acesso ao profissional. A Unidade de Pronto Atendimento Zona Noroeste de Santos emitiu uma nota dizendo que a criança já havia entrado no local em estado grave, sendo encaminhada para a emergência, onde pôde receber a assistência e ser devidamente monitorada.

De acordo com o hospital, Ana Manoella sofreu de uma parada cardíaca, falecendo no local, apesar da realização de manobras de ressuscitação e do atendimento prestado.

Investigação

A administração da UPA disse que a equipe médica do local conversou com os familiares da garota, dizendo que, para saber o que realmente aconteceu, era necessário levar o corpo da menina para o Serviço de Verificação de óbitos (SVQ). No entanto, o local não está funcionando devido a recomendações do governo. Diante disso, a família realizou um boletim de ocorrência. O delegado do 5º Distrito Policial de Santos, Marcos Alexandre Alfino, determinou que fosse realizado a necropsia, com o corpo de Ana Manoella sendo levado até o Instituto Médico Legal (IML).

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Educação
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!