Uma das lives mais esperadas da semana aconteceu nesta terça-feira (21), quando a banda Raça Negra, representada pelo vocalista Luiz Carlos, apresentou seu repertório de mais de 30 anos de carreira. Durante a transmissão, o artista reclamou da proibição dos cantores de beber cerveja.

Marcada para começar às 17h30, em menos de 20 minutos a transmissão, feita da casa de Luiz Carlos, já contava com mais de um milhão de espectadores. Entre uma Música e outra, o cantor falava sobre os perigos do novo coronavírus, da necessidade de ajudar o próximo e fazia ações comerciais. Algumas empresas patrocinaram a live.

“Estamos passando por um problema, mas vamos passar tranquilamente”, disse o vocalista da banda entre uma música e outra. Ele disse que tentaria fazer o máximo para ajudar as pessoas que necessitam.

Também foram mostrados vídeos de cantores, jogadores de futebol e artistas, que parabenizavam a banda e pediam músicas. Pinha Presidente, ex-Exaltasamba, Wesley Safadão, Leonardo, os jogadores Neymar e Robinho, a atriz Juliana Paes e o apresentador Celso Portiolli foram alguns dos que enviaram vídeos.

Em alguns momentos da live foram mostradas rapidamente imagens de bastidores, que mostrou a equipe de apoio utilizando máscaras de proteção.

Reclamou de não poder beber cerveja

Dentre os patrocinadores da live do Raça Negra estava a cervejeira Ambev, que inclusive colocou uma geladeira cheia de latinhas no cenário.

Luiz Carlos reclamou do fato de não poder consumir o produto durante a transmissão e ainda deu uma alfinetada no Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária (Conar).

Ele disse que havia alguns amigos seus fazendo o bem mas “tem muita gente que não gosta que a gente faça o bem”, se queixou. "O Conar em vez de ajudar...", deixou escapar. Na semana passada o órgão havia advertido o cantor Gusttavo Lima por aparecer em sua live consumido bebida alcoólica.

Em dado momento, Luiz Carlos disse que a live poderia ter ido ao ar após a cerveja ser liberada. “Porque vocês (produção) não esperaram entrar com uma liminar para a gente poder beber”, disse o cantor, destacando que é preciso beber com moderação. “Ela (a Ambev) deixa isso aqui (a geladeira) e a gente não pode beber”, falou. No canto do vídeo havia a frase de advertência "beba com moderação".

A revolta do cantor gerou vários comentários de quem acompanhava a apresentação.

Sucessos do passado

Durante a live, Luiz Carlos relembrou grandes sucessos de todas as fases da banda, que começou ainda na década de 80, na zona leste de São Paulo. O primeiro álbum do grupo foi lançado em 1991.

Hits como “Cigana”, “Doce Paixão”, “Jeito Felino”, “Me Leva Junto Com Você” e “Cheia de Manias” não foram esquecidos pelo cantor.

Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!