Na última segunda-feira (31) morreu o empresário João Guilherme Torres Fadini, após se afogar na represa Itupararanga, em Alumínio (SP). O rapaz, de 24 anos, estava no local com alguns amigos e a noiva, Larissa Campos, de 25 anos.

Homenagem da noiva

Após a morte do empresário, Larissa usou de sua página no Facebook para prestar uma homenagem ao noivo.

Na publicação, a jovem destacou que agora, para ela, seria necessário enfrentar o luto, porque sufocar a tristeza e lágrimas pode ser algo muito prejudicial.

A jovem ainda destacou que fez tudo o que pode, mas que o noivo acabou morrendo no local. De acordo com sua postagem, Deus havia escrito o que aconteceria, mas ele partiu feliz.

Em seguida, a homenagem feita por Larissa se encerra em tom de despedida. A jovem ressalta que agora vai guardar tudo o que ela viveu junto com o noivo ao longo do tempo em que estiveram juntos e tudo que os dois sonharam durante este tempo.

Na mensagem, ela ainda pontua que acredita que agora ela tem a certeza de que um dia ainda irá se reencontrar com João Guilherme e pede para que o namorado cuide dela e que olhe por todos.

O caso de afogamento do empresário

O afogamento do empresário teria acontecido logo após ele pedir Larissa em casamento. Para celebrar o momento, o casal tirou uma foto em frente à represa e, cinco minutos depois, ocorreu o acidente.

Os amigos, que aproveitavam o passeio, se desafiaram a atravessar a represa a nado.

Em seguida, todos conseguiram voltar para a margem, menos João Guilherme, que acabou se afogando.

Ao notar que o empresário não havia conseguido sair da água, os amigos de João acionaram a equipe do Corpo de Bombeiros.

Ao chegarem ao local, foram iniciadas as buscas que contaram com mergulhadores e barcos.

O empresário foi achado logo depois, mas já estava sem seus sinais vitais.

Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!