Uma situação um tanto quanto inusitada ocorreu em Belo Horizonte, Minas Gerais, nesta última quarta-feira (10). Um homem resolveu passar o dia se divertindo em casas de prostituição no centro da cidade, nas proximidades da rua Guaicurus, onde gastou a quantia aproximada de mil reais pelos serviços oferecidos, mas por medo da esposa resolveu inventar um assalto.

Homem inventa assalto

O homem, de 44 anos, foi até uma base policial localizada próxima da rodoviária da capital mineira para informar que tinha sido vítima de um assalto na passarela que liga a rodoviária ao bairro Lagoinha. O homem relatou aos policiais que havia sido abordado por dois criminosos na passarela e que os mesmos haviam roubado o seu celular e a quantia de mil reais.

Para a surpresa do sujeito, os militares resolveram investigar o crime e realizaram uma operação para que pudessem rastrear os supostos criminosos. Durante a operação, os policiais resolveram analisar as imagens das câmeras de segurança do local e, além disso, contataram os responsáveis pelo monitoramento do Olho Vivo e a CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos).

Ao analisarem as imagens, não foram constatadas nenhuma atitude criminosa no local indicado pelo homem. Os militares resolveram então questionar novamente o homem sobre o local exato onde teria ocorrido o suposto assalto. Neste momento, o homem caiu em contradição e resolveu confessar aos policiais que, na verdade, tinha inventado toda a história.

Homem confessa que inventou crime

Após cair em contradição, o homem resolveu confessar a verdade aos investigadores. Ele disse que resolveu registrar um boletim de ocorrência com a falsa notificação de assalto para que pudesse levar o documento para casa e assim ter uma desculpa para apresentar à esposa pela falta do dinheiro e do aparelho celular. O suspeito contou que tinha passado o dia inteiro com garotas de programa, tendo gasto mil reais pelos serviços prestados.

O homem revelou ainda que após o dinheiro que possuía acabar, ele usou o celular que tinha para pagar mais um programa. Os policiais realizaram uma busca no suspeito e chegaram a encontrar porções de maconha nas suas partes íntimas. Diante da situação, o homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado em seguida para uma delegacia. Ele poderá responder judicialmente por falsa comunicação de crime e, além disso, ficou diante da situação de ter que explicar duplamente para a esposa.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!