Ainda faltam uns bons meses para o desembarque de Roger Waters, fundador e líder do Pink Floyd, no Brasil. Mas a Blasting News larga, mais uma vez, na frente da mídia tradicional e traz o setlist completo dos shows que acontecem no país, no próximo mês de outubro, para o leitor escutar quantas vezes quiser.

É bom ir, mesmo, se preparando, porque a turnê “Us+Them” traz um dos mais grandiosos espetáculos da história da música para terras tupiniquins. No seu repertório, de 22 a 24 músicas, em sua grande maioria faixas extraídas dos álbuns “Meddle”, “The Dark Side Of The Moon”, “Wish You Were Here”, “Animals” e “The Wall”, além de quatro a sete canções do mais recente disco solo de Waters, “Is This the Life We Really Want?”.

A volta ao mundo, que começou em maio deste ano, nos Estados Unidos, passará por Nova Zelândia, Austrália, Espanha, Itália, República Tcheca, Hungria, Bulgária, Croácia, França, Bélgica, Alemanha, Áustria, Portugal, Suíça, Holanda, Irlanda, Inglaterra, Polônia, Dinamarca, Noruega, Suécia, Finlândia, Letônia, Lituânia e Rússia, antes de chegar ao Brasil. Daqui, a turnê segue para Uruguai, Argentina, Chile e Peru, onde termina em novembro de 2018, depois de 144 apresentações.

“Sou uma pessoa abençoada por ter saúde e quando levo meus shows para o mundo o faço porque, muitas vezes, olho nos olhos de alguém da plateia e vejo que estamos pensando na mesma coisa”, disse Waters, em entrevista concedida recentemente para Dan Rather, na AXS TV. “Quero transpor este muro, o mesmo muro que Sid – Barrett – construiu em volta de si mesmo e a respeito do qual construí a maior parte de minha obra.

Continuo compondo e ainda sinto algo, em alguns instantes, como imagino que Van Gogh sentia ao acrescentar uma linha amarela em seus quadros: isso está ótimo. Mas aquilo se esvai, logo em seguida”, acrescentou.

Ao contrário do que os fãs do Pink Floyd podem imaginar, a “Us+Them Tour” não foi batizada em alusão à faixa homônima do álbum “The Dark Side Of The Moon”, feita em parceria com o tecladista Richard Wright, morto em 2008. Na verdade, ela remete ao discurso do ex-presidente norte-americano Barack Obama, de janeiro de 2013, em que ele criticou a forma revanchista com que a questão da imigração vinha sendo tratada nos Estados Unidos: “Às vezes, é fácil que esta discussão adquira um sentimento de nós contra eles”, disse Obama.

A montagem do show custa US$ 4 milhões (o equivalente R$ 13,2 milhões) e, para além da parte técnica avançadíssima, há um viés político muito forte na turnê “Us+Them”. Existem momentos em que o cenário mais parece uma Malhação do Judas, com o atual presidente norte-americano, Donald Trump, no lugar do apóstolo que traiu Jesus Cristo.

Por aqui, este ingrediente também deve marcar presença, já que a rodada de apresentações acontece entre os dias 9 e 30 de outubro, começando dois dias depois do primeiro turno e terminando dois dias depois do segundo turno, das eleições presidenciais de 2018.

O show é dividido em dois atos, mais o bis, e, no time da turnê “Us+Them”, destaque para o tecladista Jon Carin, que gravou quase 20 discos com o próprio Pink Floyd, com Roger Waters e David Gilmour, além do The Who; para o saxofonista Ian Ritchie, que participou das gravações de “Radio K. A. O. S.”, segundo disco solo de Waters, e para o baterista Joey Waronker, que tocou em “Is This the Life We Really Want?”. Ao todo, o grupo que acompanha o ex-Pink Floyd conta com dez músicos. Uma pena é Waters quase nunca falar com a audiência. Mas sua música fala por ele.

Confira o setlist!

Primeiro Ato

  1. "Speak to Me"
  2. "Breathe"
  3. "One of These Days"
  4. "Time" (with "Breathe (Reprise)")
  5. "The Great Gig in the Sky"
  6. "Welcome to the Machine"
  7. "Déjà Vu"
  8. "The Last Refugee"
  9. "Picture That"
  10. "Wish You Were Here"
  11. "The Happiest Days of Our Lives"
  12. "Another Brick in the Wall (Part II)"
  13. "Another Brick in the Wall (Part III)"

Segundo Ato

  1. "Dogs"
  2. "Pigs (Three Different Ones)"
  3. "Money"
  4. "Us and Them"
  5. "Smell the Roses"
  6. "Brain Damage"
  7. "Eclipse"

Bis – uma ou duas destas músicas podem ser executadas em formato acústico ou, mesmo, subtraídas do repertório

  1. "Vera" ou "Bring the Boys Back Home"
  2. "Mother"
  3. "Wait for Her”, “Oceans Apart” ou “Part of Me Died"
  4. "Comfortably Numb"