Na última quinta-feira (11), a Netflix estreou a produção "Black Summer", mais uma série de zumbis no catálogo do serviço de streaming.

"Black Summer" foi anunciada como sendo uma prequel de "Z Nation". Embora o que foi mostrado nesta primeira temporada da série possa ser reconhecível para os fãs de "Z Nation", as semelhanças entre uma série e outra não são assim tão evidentes.

"Black Summer" é ambientada poucas semanas após o apocalipse ocorrido em "Z Nation".

Publicidade
Publicidade

A série original apresentou um universo mais galheteiro, enquanto a prequel tem, claramente, maiores pretensões, focando mais no drama, tensão e em vários recursos técnicos que ajudam a contar a história.

Mais detalhes sobre 'Black Summer'

Os criadores da série são John Hyams e Karl Schaefer (criador de "Z Nation").

Mas como mencionado anteriormente, as abordagens entre as séries são totalmente opostas, com o universo da nova série sendo bem mais sério que o apresentado pela série mãe.

A atriz Jaime King é uma das protagonistas da série 'Black Summer'. (Divulgação/Netflix)
A atriz Jaime King é uma das protagonistas da série 'Black Summer'. (Divulgação/Netflix)

Fazem parte do elenco desta nova produção os atores Jaime King, Justin Chu Cary, Kelsey Flower, Christine Lee, Mustafa Alabssi, Gwynyth Walsh e Erika Hau.

Obviamente, para aqueles que não assistiram à série original, a associação mais imediata que se faz é com a já clássica "The Walking Dead", pois os clichês desse tipo de produção estão todos em "Black Summer", mas com um verniz mais sofisticado.

Logo no primeiro episódio, a série apresenta um interessante plano sequência que dá ao espectador uma visão bem ampla do desespero daquelas pessoas.

Publicidade

A série apresenta uma trilha sonora que poucas vezes aparece. Se por um lado isso pode ajudar a manter um clima tenso, essa opção pelo silêncio muitas vezes também ajuda a manter um clima arrastado que pode desagradar a muitos.

A fotografia também é algo a se destacar na série, com o uso de tons de azul e cinza que ajudam a manter o clima claustrofóbico.

Ao contrário do que é visto em "The Walking Dead", por exemplo, "Black Summer" é parcimoniosa na exposição de vísceras, zumbis e violência, com exceção do último episódio da primeira temporada.

O foco da produção é na relação entre os grupos de sobreviventes e mostra como o ser humano é capaz de atos de crueldade quando colocado em situações extremas.

A estrutura narrativa da série está sempre em constante mudança. Em um episódio a narrativa pode se mostrar um tanto quanto verborrágica, lembrando um filme de Quentin Tarantino, ou ainda mostrar um episódio que lembre um pouco o primeiro "Mad Max" com Mel Gibson.

Protagonista da série

A personagem Rosie (Jaime King) seria o mais próximo de uma protagonista na série, mas a produção apresenta vários pequenos grupos de personagens em tramas paralelas, mas que acabam se encontrando em determinados momentos.

Publicidade

Leia tudo e assista ao vídeo