Você já pensou em não precisar mais derrubar uma árvore para fazer caixões, e ao contrário, você daria vida a uma nova arvore? A cápsula orgânica é um projeto que traz esta novidade. Imagine você se transformar em uma linda árvore após a sua morte, ao invés de cemitérios de concretos e caixões de madeira, darmos vida a uma bela floresta sagrada.

Saiba o que é e como funciona esta novidade.

O que é a cápsula orgânica?

The Capsula Mundi é o nome da empresa e do projeto idealizado por dois designers, a dupla Anna Citelli e Raoul Bretzel.

Dois Italianos que prometem mudar o conceito dos cemitérios tradicionais transformando caixões convencionais de madeira em caixões orgânicos.

Pensando em como trazer para a sociedade uma vida mais próxima à natureza, esta ideia foi desenvolvida. Por que derrubar árvores para fazer caixões e assistir o desmatamento acabando com a vida da natureza para construir cemitérios se no fim da vida for possível gerar uma nova? Foi aí que que eles criaram a cápsula orgânica.

Como funciona o caixão orgânico?

O caixão orgânico, como também é chamado, é feito inteiramente de material orgânico, o material usado é amido, feito de plantas sazonais e 100% biodegradável. Quando a pessoa morre, o corpo é colocado dentro de uma cápsula que tem formato de um ovo gigante em posição fetal.

Em seguida planta-se uma árvore ou até mesmo uma semente em cima e depois ela é enterrada. A cápsula é a responsável pela transformação do corpo em nutrientes que irá gerar e a árvore. Assim a pessoa pode escolher e se transformar em sua árvore preferida.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

Quais as vantagens e porque seria importante esta inovação?

Um corpo em decomposição libera uma substância tóxica chamada Necrochume. Se esta substância se infiltrar no solo e através das chuvas atingir algum lençol de água de pequena profundidade, podem transmitir muitas doenças como disenteria, tétano, febre tifoide, escarlatina, hepatite A e a tuberculose. Um corpo de 70 quilos gera em média 30 quilos desta substância.

A ideia principal deste projeto é dar uma alternativa ecologicamente sustentável para os cemitérios convencionais. Imagine ao invés de cemitérios cheios de sepulturas e túmulos, fosse uma linda floresta sagrada, um bosque de belas árvores e memórias de seus entes queridos.

Concluindo

Seria uma grande Inovação para o futuro dos cemitérios, que deixariam de ser lugares mórbidos e dariam vida a lindas florestas sagradas cheias de vida e de lembranças, e isso sem derrubar sequer uma árvore para produzir caixão, mas plantando vários tipos para gerar mais vida.

O que acha de dar vida a uma nova vida?

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo