O sobrenatural sempre atraiu as pessoas. Tudo o que é oculto, misterioso, assustador e que dá medo, costuma chamar nossa atenção. Quem nunca ouviu os avós ou algum outro parente mais velho da família contando histórias sobre fantasmas, Assombração ou as lendas urbanas que as cidades costumam ter? Quem nunca ouviu sobre a noiva que morreu ou foi assassinada no dia do casamento e que aparece no lugar onde morreu?

Casas bem antigas, principalmente em cidades pequenas, que têm o fantasma de um morador que sempre aparece? Às vezes é a mulher de branco, que se enforcou no local e cujo espírito continua lá, assustando quem se aproxima.

Há ainda aquela mulher de branco que aparece em esquinas escuras, na madrugada. Ou em estradas, quando está muito escuro. E os avós (os bisavós) que juram ter visto lobisomem? E o que dizer das casas assombradas? Em algumas, as luzes apagam sem que ninguém nem chegue perto do interruptor, em outras janelas e portas se abrem misteriosamente. Aparelhos domésticos ligam ou desligam sozinhos. Se ouve barulho em outros aposentos da casa, só que...oops!: a pessoa mora sozinha. Seja qual for a história, quanto mais medo ela nos causa, mais queremos saber sobre ela. Não é assim?

Fazendo uma ligação com tudo isso, vamos mostrar a vocês a incrível ideia do site Fantasmas em Depressão. Ele traz microcontos, isso mesmo, contos que cabem em uma imagem, mas que nos fazem pensar, imaginar, arrepiar ou seja lá o que nos fazem sentir.

Os melhores vídeos do dia

Como disse, não são precisas muitas palavras para contar uma história assustadora. Quer ver?

Leia devagar, assimilando e saboreando a história:

Essa pessoa tem uma filha que chora demais e por mais que ela peça, a menina não para.

Imagine um sonho assustador - e você acorda aliviado, só que...

Pense bem quando ouvir sua mãe chamando.

Cuide bem da segurança de sua casa, para nenhum invasor entrar. Mas e se não for um invasor o problema?

Sabe aquele monstro que sempre pensamos existir embaixo da cama? Pois é, ele existe mesmo.

Isso é muito fantástico, não? Impressionante como poucas palavras conseguem impactar o nosso pensamento e o nosso "sentir".

A gente brinca com isso, mas falando sério, quem nunca passou por uma situação parecida, principalmente quando está sozinho em casa ou quando todos estão dormindo e queremos ir ao banheiro ou ir pegar um copo d'água. Às vezes, quando está tudo silêncio e temos até medo de olhar para a porta, porque parece que tem alguém nos observando. Agora, por exemplo, parece que há alguém aí, atrás de você, enquanto você lê este texto...