Sem dúvida, essa indagação permeia a mente e a imaginação de muitas pessoas, mas alguns talvez preferissem ficar sem saber do real significado, que pode causar algum desconforto. A grande verdade é que esse costume não é apenas brasileiro, mas ocorre em vários países do mundo e seus significados podem variar um pouco, mas quase nunca significa algo bom.

Em primeiro lugar não é uma brincadeira e as crianças quase nunca tem algo a ver com esse costume, o que geralmente acontecesse é que esses tênis pendurados são símbolos [VIDEO]. Mas às vezes são usados por pessoas que não fazem a menor ideia do que estão fazendo, o que vai caracterizar vandalismo de qualquer maneira.

Já houve um caso em Vitória, no Espírito Santo, onde vândalos estavam jogando pares de tênis em um fio de alta tensão, ignorando as consequências desse ato, que pode chegar a até seis meses de prisão. Não é exagero se levar as implicações em consideração, quando se fala em rede elétrica, todo cuidado é pouco, pois esses tênis podem causar curto-circuito, queimar equipamentos (alguns de valor elevado) e também o desligamento da energia. Ainda por cima, quando notificada, a empresa responsável pela distribuição precisa retirar os objetos para evitar um prejuízo maior.

É notória a relação dos Estados Unidos [VIDEO] com o Brasil em termos de cultura, pois os brasileiros têm o costume de adotar alguns hábitos estadunidenses, e os tênis são um deles. Lá, nos EUA, as casas com um par de tênis penduradas nos fios, geralmente tendem a ser pontos de venda de crack, uma das piores drogas já fabricadas pelo homem, praticamente cocaína solidificada em cristais.

Para quem desconhece a origem do nome, quando o cristal é fumado, produz barulhos cuja onomatopeia mais próxima é "crack", que tem origem no inglês.

O Brasil, é claro, também costuma utilizar os pares de tênis para identificar bocas de fumo, mas se tornou popular em alguns lugares e isso acaba por fazer as equipes de investigação da polícia perderem mais tempo ao invés de ajudar na captura de criminosos. E, com essa popularização, ainda costuma ser ferramenta de bullying [VIDEO]. Acontece da seguinte maneira, um aluno (a), que seja vítima de um agressor, ou de um grupo deles, tem seu tênis retirado à força e, com isso, a vítima é obrigada a voltar para casa descalça. Uma das maiores dificuldades para quem sofre bullying é justamente contar para os pais, pois tem medo de represália e ameaças. Desse modo costuma ficar sem saída, ou acaba mentindo sobre o destino dos tênis.

Em países da Oceania, existe um costume em alguns locais, de colocar um par de tênis nos fios da frente da casa de alguém que perdeu a virgindade, geralmente de uma moça, o que pode ser considerada uma afronta à própria família, lembrando que a perda da virgindade pode ser considerado um grande tabu em várias sociedades conservadoras.