5

Histórias reais de lendas e casos representados na série de grande sucesso mundial Supernatural:

Asylum

No 10ª episódio da 1ª temporada da famosa série Supernatural, da Warner Bros, os irmãos Sam e Dean Winchester vão a procura de quatro jovens desaparecidos em um antigo e abandonado sanatório. O lugar foi palco de uma revolta dos pacientes contra um médico sádico e cruel, fato que ocorreu há muitos anos.

O horrível lugar está tomado por espíritos dos pacientes torturados. Aos poucos, Sam e Dean vão sendo levados À loucura, chegando ao ponto de se virarem um contra o outro. Lugares como este representado no episódio da série realmente existem.

E são igualmente perturbadores.

Conheça alguns sanatórios assombrados nos Estados Unidos

Topeka State Hospital

Localizado no estado do Kansas, mesmo estado onde nasceram os irmãos Winchester, tem uma história comum entre antigos sanatórios, não só nos Estados Unidos, como no mundo inteiro: abusos e crueldade com os pacientes. Relatos contam que alguns pacientes ficaram tanto tempo acorrentados que a pele cresceu por sobre as correntes. O hospital foi fechado em 1997 por uma série de problemas. Dizem ser possível ouvir vozes à noite e vultos nas janelas. Muitos já disseram ouvir uma música vinda do interior do hospital fechado.

Danvers State Hospital

Este hospital foi aberto em 1878 no estado do Massachusetts, nos Estados Unidos. Construído para receber 600 internos, mas extrapolou de longe esse número.

Nos anos 1950, abrigava mais de 2,6 mil pacientes. Como sempre, a crueldade estava presente. Médicos utilizavam abusivamente o uso de choque para maltratar os doentes. Boatos dizem que foi nesse local que o terrível procedimento da lobotomia foi originado. O lugar foi fechado em 1992 e convertido em apartamentos. Agora, imaginem morar em um lugar assim.

Metropolitan State Hospital

Hospital psiquiátrico construído na década de 1930, na cidade de Waltham, no estado do Massachusetts. Foi em sua época o mais moderno hospital para doentes mentais dos Estados Unidos [VIDEO]. Também contava com uma ala para crianças. Muitas histórias rondam este local, todas perturbadoras.

Com uma disciplina bem rígida e, como de praxe, crueldade e abusos, o lugar era macabro. Nos anos 1960, aconteceu um fato que ganhou muita repercussão, a intoxicação supostamente intencional dos pacientes.

Mas um caso ganhou grande fama. Foi quando uma paciente, Anna Marie Davee, saiu para caminhar pelo pátio externo e nunca mais foi vista.

Isso foi em 1978. O caso só teve solução em 1980, quando a policia descobriu que ela foi assassinada por outro paciente, Melvin Wilson. Ele, inclusive, levou os policiais a três covas onde Anna estava enterrada. Em cada cova havia partes do corpo. Ele a esquartejou e, como uma lembrança, guardou sete dentes dela.

Em 1992 o hospital foi fechado por motivos financeiros. Anos depois, em 2009, começou a ser demolido. Hoje resta apenas o cemitério com diversa lapides sem identificação.

O famoso sanatório de Waverly Hills

E agora um dos lugares mais assombrados do mundo. Neste local morreram, acreditem, mais de 63 mil pessoas. No inicio do século passado houve um surto de tuberculose na cidade de Louisville, no Kentucky, Estados Unidos, o que fez com que as autoridades providenciassem um hospital para cuidar dos doentes. Sendo assim, em 1910, foi inaugurado o sanatório, inicialmente com apenas 40 leitos.

Mas como o surto da doença só aumentava, mais e mais leitos foram sendo instalados. Em 1926, o hospital possuía cinco andares e mais de 400 leitos. E nos 17 anos seguintes milhares de pacientes deram entrada no hospital, de onde muitos não saíram vivos.

Com a utilização da vacina streptomicina, no ano de 1943 os casos da doença diminuíram ao ponto de o enorme hospital não ser mais necessário. Então, os poucos pacientes que lá estavam foram remanejados e o lugar foi fechado em 1961. Mas, logo no ano seguinte, o prédio foi reaberto, agora como um asilo para pessoas com demência, dificuldades motoras e graves problemas mentais.

Com abusos constantes e negligências aos pacientes, o governo fechou o sanatório em 1982. Com a ideia de transformar o local em uma prisão de segurança mínima, o prédio foi comprado em 1983, mas o projeto não foi adiante devido às reclamações dos vizinhos. Como um plano B, houve a intenção de se criar um complexo de apartamentos, mas dificuldades financeiras impediram que o projeto saísse do papel.

O antigo sanatório ficou abandonado até 1996. Foi quando Robert Alberhasky o comprou com a ousada ideia de fazer do mórbido lugar uma enorme igreja e construir em seu topo a maior estátua de Jesus Cristo do mundo, mas, assim como os outros, esse projeto não foi em frente.

E mais uma vez o lugar ficou abandonado. Até que finalmente em 2001 Waverly Hills foi vendida para Tina e Charlie Mattingly. Sabendo de toda a história em torno do sanatório, os dois tiveram uma ideia brilhante de transformar o lugar em atração turística.

Túnel da morte

Waverly Hills foi construído no alto de uma colina. Então, para facilitar a locomoção dos médicos e enfermeiros, foi construído um túnel do pé da colina até o sanatório. Na época do surto de tuberculose, os corpos dos pacientes eram escoados por este túnel. E foram centenas de milhares.

Hoje em dia é nesse túnel onde são avistados os maiores eventos paranormais do lugar. Diversos caçadores de fantasma já visitaram Waverly Hills e continuam visitando a cada ano, assim como centenas de pessoas que pagam para passar uma noite no horrível sanatório.

E aí, você se arriscaria?