A Estela de Merneptah é um monólito descoberto em 1896 d.C. no templo mortuário de Merneptah, na região de Tebas (Egito). A pedra atingiu notoriedade porque o texto gravado inclui a primeira menção conhecida de Israel, ou seja, Israel como um grupo, em sua penúltima lista de povos derrotados por Menreptah.

Por esta razão, muitos estudiosos chamaram-na de Estela de Israel. Veja a imagem do monólito:

Foi encontrada nas ruínas do templo funerário do faraó Merneptah, em Tebas ocidental, e fica exposto hoje no Museu Egípcio do Cairo. Ela pertenceu originalmente a Amenofis lll.

Israel foi considerada pelo faraó do Egito Mernenptah muito importante para citar a vitória.

Os hebreus, nome que significa "povo do outro lado do rio", como eram conhecidos, e que passou a se chamar Israel, nome que se origina do fato de Jacó ter seu nome mudado para Israel pelo próprio Deus, segundo narrativa bíblica e que significa "aquele que luta com Deus", e que, tendo doze filhos e descendentes, passaram a se chamar israelitas, tinham conquistado a terra de Canaã por volta de 1400 a.C.

O período dos juízes foi sombrio na história de Israel porque eles tinham abandonado o Senhor e passaram a servir a outros deuses. Houve, então, tumulto contínuo na terra de Canaã. Assim, Israel caiu nas mãos dos filisteus e passa novamente por mais 18 anos de escravidão.

Texto bíblico - Juízes 10:6-8: "E os filhos de Israel fizeram mal de novo, à vista do Senhor, e serviram aos baaloins, e a Astarote, e aos deuses da Síria, e aos deuses de Moabe, e aos deuses do filho de Amom, e aos deuses dos filisteus, e abandonaram o Senhor e não o serviram, (7) pelo que a ira do Senhor se acendeu contra Israel, e ele os vendeu na mão dos filisteus e na mão dos amonitas, (8) os quais naquele mesmo ano começaram a vexá-los e oprimi-los.

Os melhores vídeos do dia

Por 18 anos oprimiram a todos os filhos de Israel que estavam dalém do Jordão, na terra dos amorreus, que é em Gileade.’’

O que é a Estela de Merneptah?

Também chamada Estela da vitória ou Estela de Israel, é uma laje de granito cinza, erigida anteriormente pelo faraó Amenhotep lll e registrado mais tarde, no seu reverso, pelo faraó Merneptah para comemorar sua vitoriosa campanha militar em Canaã. (1210 a.C.).

Merneptah foi o 13º filho do faraó Ramsés ll, que reinou do ano de 1298 a 1232 a.C. A morte de Ramsés, depois de longo reinado, foi o sinal para uma revolta geral entre os povos da Palestina. Isso fez com que Merneptah tomasse o controle à força e essa vitória foi registrada em uma enorme pedra, a estela de Merneptah.

Saiba um pouco mais sobre esta história

Merenptah governou de 1213 1 1203 a.C. Houve no início uma revolta da Palestina, nas cidades de Anhgelon, Geser e Yenoam. Os líbios invadiram as terras egípcias no território de Tampão, a Oeste dos oásis delta. Vieram os problemas com povos do mar.

Os habitantes negros do Sul da Europa e as ilhas do Mediterrâneo, que tinham sido deslocados pelos Caucasianos e que eram itinerantes do Oriente Médio, buscando novas moradas, juntaram-se aos líbios e intentaram atacar Menphis e Heliópolis. Foram derrotados, mas alguns se fixaram na Líbia e se tornaram mercenários do exército egípcio.

Quais as medidas da estela, onde foi descoberta e por quem?

Datando de 1207 a.C., a laje mede 7,5 metros de altura. O monólito de granito cinza foi feito em um único bloco. Foi descoberta por Flinders Petrie nas ruínas do templo mortuário do faraó Mernenptah, em Tebas, no ano de 1896. Esta inscrição tem 3 mil hieróglifos escritos em 28 linhas. A maior parte de seu texto comemora a derrota dos líbios e dos aliados dos povos do mar.

Qual o teor desta inscrição?

Palavras finais da estela: ‘’Os reis foram derrotados dizendo: Salaam! (Paz!). Nenhum ergue a cabeça entre os Nove Arcos. Tehenu (Líbia) está devastada; Khatti (terra dos hititas) está pacificada; Canaã está saqueada com todo o mal. Ascalon está despojada; Geser está tomada; Yenoan está aniquilada; Israel está desolada; não tem mais semente. Khal (Palestina) tornou-se como viúva (indefesa) diante do Egito. Todas as terras estão unificadas e pacificadas. Tudo o que é rebelde esta cercado pelo rei Merenptah. Quem dá a vida como o sol, cada dia.’’

A Estela de Merenptah foi erigida no começo do reinado do faraó Amnhotep lll, que reinou de 1417 a 1379 a.C., escrita por Merenptah em 1207 a.C., que reinou de 1236 a 1223 a.C. Descoberta por Flinders, a sua história vive por aproximadamente 3.434 anos.

As pedras contam a história.