Daniella Perez, filha de Gloria Perez, que revelava um grande talento, e, aos 22 anos, já protagonizava uma novela importante da Globo, teve todo seu talento interrompido por um crime bárbaro. Ela fazia par romântico com Guilherme de Pádua e os dois estrelavam a novela 'De Corpo e Alma', da mãe da vítima.

O assassinato da filha de Gloria Perez foi tão importante para a legislação brasileira que chegou a gerar mudanças na Lei de Crimes Hediondos, dada à crueldade percebida no ato mortal da jovem talentosa.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Famosos

Era 28 de dezembro de 1992, Daniella Perez era a Yasmim e Guilherme de Pádua era o Bira. Pouca gente sabe, mas uma atitude do ator acabou sendo fundamental para entregar o verdadeiro assassino da atriz.

Durante a gravação de uma cena onde Yasmim dava um fora em Bira, o ator teve uma crise de choro e acabou entrando em colapso nos estúdios e esmurrando paredes e portas. Ele chegou a tentar falar com a atriz que não queria falar pessoalmente com ele. Segundo camareiras, ele se comunicava com ela apenas por bilhetes que nem mesmo eram respondidos.

Outro ponto que fazia o ator ficar revoltado era o fato de cada vez mais perder o papel na trama de Gloria.

Guilherme de Pádua tatuou o nome da mulher no pênis e ela o dele na virilha

Na época, Guilherme de Pádua era casado com Paula Tomaz de apenas 19 anos e que estava grávida do ator. [VIDEO] A relação dos dois era, no mínimo, estranha. O casal trocou tatuagens, sendo que o ator tatuou o nome da mulher no pênis e ela o dele na virilha?

No dia do crime, os dois saíram juntos (Guilherme e Paula), em um Santana azul do sogro de Guilherme.

Ele manteve sua esposa no banco de trás, coberta por um lençol e foi até o estúdios Tycoon da Globo, onde eram gravadas as cenas da novela.

Guilherme de Pádua esmurra a atriz diante de dois frentistas

Daniela ainda gravava. A atriz tinha um Escort XR3, e após as gravações saiu sozinha em seu carro. Guilherme a seguiu. Daniella parou o carro para abastecer e logo depois, ao sair do posto, teve o carro fechado por Guilherme. O ator socou a face da moça com toda sua força e ela caiu desacordada. A cena contou com duas testemunhas, dois frentistas.

Guilherme assumiu a direção do Escort e Paula dirigiu o Santana. Os dois seguiram até um terreno baldio e lá Paula começou a usar uma chave de fenda para tentar ferir a atriz. Vendo que não conseguia tirar a vida da moça com a ferramenta procurou uma tesoura. O objeto acabou facilitando o crime e a atriz morreu com 18 perfurações no pescoço e peito que atingiram pulmão, coração.

Raul Gazolla era casado com a atriz e reconheceu o corpo e o carro dela.

Os criminosos zarparam em fuga, mas a polícia conseguiu a placa do Santana. Na verdade, Guilherme adulterou as chapas, mas foi fácil identificar a fraude. Seu carro tinha placas LM1115 e a adulteração revelou placas OM1115. Como o carro esteve no estúdio, foi simples a revelação do criminoso.

Guilherme tentou assumir sozinho o crime, mas Paula foi identificada pelas testemunhas e a polícia então elucidou um dos crimes mais bizarros do Brasil.

Veja mais notícias sobre o mundo dos famosos

Junno, namorado de Xuxa, se traveste de veado e ofende fãs gays: ‘Viado é a mãe’ [VIDEO]

Família de Gerson Brenner tem desviado dinheiro do ator, mas punição não tarda [VIDEO]