Anthony Hopkins teve seu trabalho reconhecido com um Oscar de melhor ator. Seu papel no longa "Meu Pai", ao lado de Olivia Colman, foi impressionante, de fato. Ele se tornou o ator mais velho a receber uma estatueta, aos 83 anos. Na produção, ele vive um idoso com quadro de demência avançada, o que o leva à perda de sua sanidade e identidade, ao lado de sua filha Anne.

O drama foi produzido pela Sony Pictures e tem Florian Zeller como diretor. Contudo, seus fãs e colegas de profissão estranharam a ausência do ator na cerimônia de premiação. Nem ao menos uma videochamada foi apresentada para seu discurso.

A explicação para isso foi a distância e a idade do ator. Por causa da pandemia, o evento foi menor e contou com menos pessoas do que o habitual. Hopkins reside no País de Gales atualmente e sugeriu participar do evento por videoconferência.

Segundo informações do jornalista Kyle Buchanan, repórter de Cinema do jornal New York Times, Hopkins sugeriu participar do evento por videoconferência, mas seu pedido foi negado pela organização do Oscar, assim como o pedido de Olivia Colman, atriz que interpreta sua filha no longa "Meu Pai", de receber a estatueta no lugar do ator. Segundo o evento, só é permitido que outra pessoa receba o prêmio no lugar do escolhido se a nomeação for póstuma.

Hopkins está isolado em um quarto de hotel, pintando e se dedicando a outros hobbies após um ano de quarentena.

O ator já está vacinado contra o coronavírus. Ele foi acordado às 4 da manhã com a notícia de sua vitória e fez um belo agradecimento em suas redes sociais. Hopkins homenageou Chadwick Boseman, que também estava concorrendo na categoria de melhor ator por seu papel em "A Voz Suprema do Blues". Chadwick morreu ano passado, aos 43 anos, vítima de um câncer de cólon.

Prêmios no Oscar

"Meu Pai" também venceu na categoria de melhor roteiro adaptado. A história nasceu como uma peça de teatro, sendo adaptada posteriormente para os cinemas. Sua vitória foi recebida com surpresa pelos fãs, amigos e familiares. O próprio Anthony, dedicou seu prêmio a Chadwick, compartilhando a estatueta com o colega.

Concorrendo na mesma categoria, estavam os atores Gary Oldman, por seu papel em "Mank", Riz Ahmed, por "O Som do Silêncio", Steven Yeun, por "Minari", e Chadwick Boseman, de maneira póstuma, por "A Voz Suprema do Blues".

A cerimônia do Oscar 2021 aconteceu de forma diferente no último domingo (25) e foi transmitida online pelo YouTube e nos canais TNT e TNT Go. O serviço de streming Globoplay também exibiu a premiação.

Duas locações oficiais foram escolhidas para a realização do Oscar. A Union Station, antiga estação ferroviária em Los Angeles, e o Dolby Theatre, casa do Oscar desde 2002. Outras 10 locações menores em Paris e Londres foram montadas para se adaptar à atual situação mundial.

Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!