Na última terça-feira (14), a companhia elétrica Equatorial Energia confirmou que o desconto de 100% referente à tarifa de energia elétrica já está valendo no estado do Alagoas. Entretanto, para ter acesso a esse benefício é necessário cumprir alguns requisitos, como possuir um cadastro de baixa renda na companhia elétrica em questão e também ter o consumo mensal de até 220kWh.

É possível pontuar que, de acordo com informações do G1, o motivo para que esse benefício tenha entrado em vigência está ligado à pandemia do novo coronavírus. Em função do isolamento social, vários impactos do ponto de vista econômico foram causados em todo o Brasil.

Entretanto, como essa é uma medida necessária para conter os avanços da doença, medidas como a Tarifa Social Baixa Renda estão sendo criadas para que a população mais pobre não seja tão afetada quanto poderia pela crise.

De acordo com as informações veiculadas pela Equatorial Energia Alagoas, o desconto citado será aplicado somente para as faturas de energia elétrica emitidas a partir do dia 1º de abril. O benefício deve se estender, inicialmente, até o dia 30 de junho, de acordo com o que está previsto em uma medida provisória editada pelo Governo federal.

Segundo informações do G1, somente no estado do Alagoas 271 mil pessoas já cadastradas na tarifa serão beneficiadas pela medida.

Entretanto, pessoas que ainda possuem um Número de Inscrição Social (NIS) dentro da validade e ainda não está inscrito no Tarifa Social Baixa Renda, deve procurar a Central de Atedimento da Equatorial para obter maiores informações e solicitar o cadastro.

Essa solicitação ainda pode ser feita através do número 0800 082 0196 ou mesmo o endereço eletrônico 'al-comercial@equatorialenergia.com.br'

Conforme as informações da companhia elétrica em questão, cerca de 200 mil pessoas em todo o estado do Alagoas podem ter acesso a esse desconto, mas ainda não efetuaram o cadastro em questão.

'Consumo extra' será cobrado normalmente

Sobre o 'consumo extra', Marcelo Ximenes, o gerente de Regulação e Mercado da Equatorial, informou que os clientes que se enquadram nos critérios citados anteriormente receberão o desconto de 100% na tarifa de energia, mas a conta não será zerada, visto que os encargos como impostos e contribuições, assim como parcelamentos existentes previamente não serão isentos, de acordo com o que está previsto no texto da medida provisória.

Além disso, ainda é importante destacar que os consumidores que conseguirem o benefício, mas ultrapassarem o consumo mensal de 220kWh ainda receberão a isenção referente a isso, mas precisarão pagar pelo restante do seu consumo mensal. De acordo com Ximenes, todos os critérios estabelecidos na MP são bastante claros quanto a isso.

Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!