Efetuar pagamentos por cartão de crédito é algo que se tornou parte da vida dos brasileiros devido à praticidade oferecida. Entretanto, existem algumas coisas que se fazem necessárias saber antes de escolher essa opção ou o próprio débito. Caso você tenha dúvidas sobre o que será melhor para cada situação, abaixo você poderá conferir a melhor situação para cada um desses usos.

De saída, é válido ressaltar que ambas as formas possuem as suas facetas positivas e negativas. Assim, o ideal é que cada caso seja analisado com cuidado e de forma individual, sempre levando em consideração a sua vida financeira no momento em que a compra for efetuada.

Cartões de crédito

Primeiramente, é válido ressaltar que o crédito funciona como uma forma de prolongar o seu prazo de pagamento mediante a instituição bancária. Ou seja, você pode comprar hoje e pagar somente na data de vencimento da fatura. Logo, se você tem urgência de um determinado bem, mas não possui o dinheiro necessário em mãos, ele possibilita que a compra seja feita da mesma forma. Além disso, também abre a possibilidade de parcelamento.

Portanto, caso os valores totais sejam pagos nas datas previamente estipuladas pelos bancos, nenhum tipo de taxa será cobrado dos clientes, além do valor das mercadorias adquiridas.

Outro ponto que deve ser destacado sobre os cartões de crédito é a possibilidade de comprar o máximo do seu limite e, posteriormente, fazer um pagamento mínimo para poder continuar utilizando o cartão.

Entretanto, nesse segundo caso, é muito importante estar sempre alerta, visto que os juros de alguns cartões podem ser exorbitantes e chegar em até 20% do valor, o que acaba fazendo com que o cliente entre em um círculo vicioso e nunca consiga quitar as suas dúvidas. Portanto, é fundamental ser especialmente cuidadoso com esse tipo de pagamento.

Cartão de débito

Essa forma de pagamento pode ser usada quando o dinheiro já está nas mãos do cliente e funciona como se um saque fosse feito diretamente da sua conta. Portanto, tal forma somente é aceita quando o saldo é suficiente para cobrir todo o valor do produto. Além disso, os pagamentos em débito não oferecem a opção de parcelamento e as demais facilidades citadas quando o crédito foi abordado.

Apesar disso, os cartões de débito podem ser úteis para quem deseja se planejar de forma mais regrada, visto que ele nunca permitirá que você gaste mais do que tem na conta.

Cenários diferentes

Caso você vá fazer compras maiores, o cartão de crédito sempre será a forma mais indicada. Nessa categoria entram compras como supermercado, passagens aéreas e eletrodomésticos, por exemplo. Isso acontece devido à opção de parcelamento, que não compromete toda a renda do cliente de uma só vez.

Por outro lado, quando se fala em itens necessários para o dia a dia, é sempre melhor fazer uso do cartão de débito. Essa opção faz com que você não se descontrole e acabe gastando mais do que deveria em coisas que não são tão necessárias assim, ajudando a chegar ao final do mês com o saldo positivo na conta.

Não perca a nossa página no Facebook!