O microempreendedorismo cresceu no Brasil. Segundo dados do Ministério da Economia, o número de microempreendedores individuais cresceu 5,4% no 2º quadrimestre de 2020. De acordo com a pasta, novos cadastros na categoria chegaram a 889 mil entre maio e agosto, totalizando 10,6 milhões de MEIs no país. O grupo responde por 55% do total de empresas abertas entre maio e agosto no país.

Contudo, o que fazer para decolar com os serviços de microempreendedorismo? A resposta não é simples, mas há dicas que podem facilitar o caminho de quem busca, pouco a pouco, fazer crescer a sua pequena empresa e torná-la sustentável, bem como rentável.

A facilidade de abrir uma empresa pode ser uma linha tênue entre o sucesso e o fracasso nos negócios. Embora não seja necessária uma vasta experiência ou conhecimento no campo, é essencial pesquisar tendências da indústria, do cliente e do mercado. Assim, dicas pontuais podem ajudar a sobressair a microempresa em 2021.

Como uma microempresa iniciante pode se destacar

Destacar-se num mercado tão saturado não parece tarefa simples, certo? Definitivamente não é. Entretanto, é importante começar em um caminho e segui-lo rumo ao objetivo final previamente estabelecido. Assim, o primeiro ponto de tudo é um só, o planejamento estratégico de como agir.

Teia e networking

Para quem está começando seu próprio negócio, um erro comum é ter medo de compartilhar a ideia com outras pessoas.

Mas qual é a razão disso? Preocupação com alguém copiar o projeto, decerto, não é mesmo? Entretanto, quando pensamos na Internet (a rede de pessoas que são essenciais para o sucesso da empresa), esse sentimento não faz mais sentido.

Quando se compartilha ideias com outros profissionais, principalmente quando compartilhamos ideias com pessoas com experiência semelhante, recebemos sugestões importantes que podem nos economizar tempo e dinheiro.

O digital salva na propaganda

O marketing digital é uma realidade. Uma grande proporção de microempresários individuais já usou a internet e as redes sociais para a divulgação e, portanto, aplicou amplamente os resultados de suas pesquisas. Empresas de alimentos, roupas, serviços e outras áreas podem aplicar o mesmo método independentemente do setor.

Organização das finanças

Muitos empreendedores são apanhados no caos financeiro completo, o que é terrível para as empresas. Para "sair do apuro", o primeiro passo é ordenar o fluxo de caixa. Usando uma planilha simples, é possível controlar os valores de entradas e saídas, incluindo previsões futuras.

Com esse tripé de dicas é possível ter uma sustentação boa de como e por onde iniciar uma microempresa. Com o tempo, novos caminhos se abrem e novas ideias surgem. Dessa forma, dicas renovadas e mais aprofundadas precisarão ser buscadas. A base, porém, jamais muda, pois ela é a sustentação do seu negócio, abrangendo rede de contatos, propaganda e organização financeira. Isso nunca muda ou mudará.

Siga a página Negócios
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!