O desejo de todo empreendedor é fazer seu negócio crescer e ganhar novos clientes. Contudo, para que isso seja uma realidade, a marca precisa se tornar conhecida e impactar novos usuários que poderão se transformar em consumidores no futuro.

Entre as várias formas de fazer uma marca ficar conhecida e aumentar essa visibilidade é com o tráfego pago. Afinal, existem duas maneiras de aumentar a atenção do público por uma marca: com conteúdo ou através de links pagos.

Estes links pagos, em suma, são propagandas compradas através das próprias redes (Google Ads, Instagram Ads, Facebook Ads e afins).

Com um investimento adequado ao orçamento, é possível garantir a propagação da marca como um anúncio convencional em rádio, televisão, jornais ou revistas, mas tudo na web.

Portanto, sempre que aparece um anúncio na timeline, com a identificação de "Patrocinado", é importante saber que se trata de um link pago pelo que se chama "Tráfego Pago" no marketing digital. Importante estratégia que visa ser um atalho para a empresa encontrar clientes.

O que é o tráfego pago e como ele funciona

Tráfego faz referência à quantidade de usuários que acessam os canais de comunicação da empresa. Por exemplo, suponha que uma média de 1.000 pessoas visitem o site da sua empresa todos os dias. Este é o tráfego diário atual do seu site.

No entanto, como o objetivo de todo negócio digital é atrair mais visibilidade online, talvez seja necessário desenvolver estratégias que possam ajudá-lo a aumentar o tráfego.

Por exemplo, o mesmo acontece com outros canais, como é o caso de redes sociais e os patrocinados do Instagram e Facebook. Portanto, quando se fala em tráfego pago, significa que esta é uma estratégia que envolve investimento para aumentar o tráfego.

Estratégias de tráfego pago no marketing digital

No tráfego pago não existe segredo ou receita mágica.

Tudo é fruto de estudo sobre o público, análise das métricas e as formas de divulgar a marca para o público-alvo a ser destinado. Como então utilizar o tráfego pago a favor da estratégia de marketing digital?

Divulgação de uma novidade

Muitos empresários reclamam que não é viável manter um orçamento de fluxo exclusivo. Se não for possível usar um montante fixo, você pode usar este método para uma operação específica.

Afinal, querendo ou não, é um investimento que, apesar de baixo, torna-se constante para ações rotineiras. Portanto, para proporcionar destaque à marca, o interessante é realçar uma novidade e destacar algum detalhe importante através do tráfego pago, como um lançamento de um produto no mercado, por exemplo.

Avaliação do CPC e do CPM

O CPC (Custo por Clique) e o CPM (Custo por Mil Impressões) são dois importantes detalhes a ficar atento. Isso porque o orçamento destinado para o tráfego pago terá relação direta com esses dois termos. Conhecendo-os e sabendo exatamente o objetivo da campanha, é possível investir um valor condizente ao que se espera para ambos, informando com antecipação o quanto será pago por cada um.

Análise de métricas

Tráfego pago é sempre tentativa e erro.

Conhecer o público, antes de tudo, é essencial, pois ele será o gerente da estratégia digital. Portanto, o interessante é começar com um valor baixo, mensurar os resultados e, progressivamente, elevar o investimento até atingir os objetivos imaginados no início da campanha.

Siga a página Negócios
Seguir
Siga a página Tendências
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!