A memória é uma das funções mais complexas e importantes do cérebro humano. Quando não puder ser executado em velocidade total, ocorrerão degradação do desempenho e dificuldades no trabalho e na pesquisa.

No ritmo atual de nossas vidas, somos bombardeados com informações a qualquer momento, o que leva a problemas relacionados à memória.

Para melhorar a memória, em primeiro ato, é necessário dormir entre 7 a 9 horas por dia, fazer alguns exercícios especiais, como jogos de palavras, diminuir o estresse e comer peixes e outros alimentos, pois são ricos em ômega-3, essencial para manter o cérebro saudável.

Parece complexo, certo? Bom, isso é apenas parte de melhorar a memória pensando nos estudos. Há técnicas mais refinadas, de treinamento, inclusive, para afiar a memória e tornar-se uma máquina de lembranças.

Técnicas para a memória que beneficiam os estudos

Atualmente, parte da população adulta queixa-se de problemas de memória. No entanto, na maioria dos casos, essa dificuldade não é causada por uma doença cerebral específica, mas por muitas informações que são retidas e priorizadas.

Foco e disciplina no que se está fazendo

Evitar distrações e escapar do "modo multitarefa". A atenção é um dos principais componentes da memória. Para transferir informações da memória de curto prazo para a memória de longo prazo, é necessário focar nas informações.

Ao aprender ou tentar lembrar algo, é importante colocá-lo em um lugar onde não haja distrações, o que nos permite concentrar. Portanto, estímulos importantes são destacados e a memória é promovida.

Jogos mentais práticos

Estudos têm mostrado que a atividade intelectual é essencial para melhorar a memória e a função cerebral. As atividades devem ser selecionadas de acordo com as preferências pessoais de cada pessoa.

O importante é não ficar parado.

Quer seja memorizando a ordem de decks de cartas, palavras cruzadas ou aprendendo um novo idioma, o exercício mental é vital para manter um cérebro saudável.

Ordem dos fatores altera as lembranças

A sequência de informações pode desempenhar um papel importante no processo de memória. Uma técnica interessante é reorganizar as informações, começando com o conteúdo fácil de lembrar e, em seguida, dedicando mais tempo ao conteúdo mais difícil.

São exercícios práticos, que podem ser feitos no conforto de casa e que ajudam, mesmo que minimamente, a memória a ser "ativada". Isso porque, com o grande fluxo informacional, por vezes a mente fica confusa, esquecendo-se de fatos importantes.

Entretanto, com essas técnicas, é possível conseguir relembrar tudo aquilo que parecia ser "esquecível", principalmente nos estudos.

Siga a página Educação
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!